Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Viciado em Sapatos de Corrida

IMG_7373 (1).jpgO meu nome é Tiago, tenho 39 anos e sou viciado em sapatos de corrida.

Tenho neste momento mais de 20 modelos diferentes de sapatos, contanto só os de corrida, mas já cheguei a ter quase 40 pares em casa!!! E vocês quantos pares têm? Prefiro nem saber. 

Em 2014 comecei a comprar sapatos de corrida e a querer cada vez mais, diferentes e de marcas novas. 

Durante algum tempo, comprava um par novo quase todos os meses, punha dinheiro de parte só para isso. Cheguei ao extremo de ter 4 modelos por estrear e continuar a querer mais e mais. Ainda tenho em casa 2 modelos que nunca saíram da caixa, nem sei se algum dia vão sair de tão lindos que são, demasiado para correr com eles.      

Tenho-me esforçado por resfriar esta vontade e já desde desde os saldos do verão 2019 que não compro nada, na altura uns Hoka Speedgoat no ECI com 50% de desconto, era mesmo a pedi-las certo? Mas não é fácil resistir.  

Seja porque nunca experimentei aquela marca ou mesmo aquele modelo específico, sou atraído por sapatos de corrida, então se forem para os trilhos gostava de ter todos os que há, ou quase. Não é fácil contrariar esta vontade de ter mais e mais e achar que o próximo sapato é que será o perfeito para mim e depois termina esta minha busca incessante.

Mas de certeza que não sou um caso isolado. Alguém mais se acusa?   

trail-running-shoes-lowres-0012 (1).jpg

Brooks, Adidas, Nike, Salomon, Saucony, Pearl Izumi, Puma, Berg, Inov 8, Skechers, North Face, La Sportiva, Hoke One One, Montrail, Merrell, New Balance, Reebok, Salming, Under Armour já experimentei e tenho ou tive.  

Mas existem tantas outras marcas que quero experimentar (Altra, Topo Athletic, 361º, Tecnica, Scott, On) sempre à procura da sapatilha perfeita, da próxima inovação ou de uma marca ainda desconhecida por cá. 

Não é um vício barato, mas isso nenhum o é. As sapatilhas estão cada vez mais tecnológicas e os preços seguem aumentando com alguns modelos já nos 150€ ou mais. 

Normalmente só compro em promoções ou nos saldos, lojas on-line ou físicas, mas já comprei alguns modelos em segunda mão só para ter o prazer de experimentar aquela marca ou modelo. Alguns deles ainda fizeram muitos quilômetros comigo. Em 2016 comprei uns North Face Ultra MT lindos que adoro e usei muitas vezes, devem estar "perdidos" nalgum canto porque já nos os vejo há algum tempo.   

ultra mt.jpg

É um vício consumista, que tenho e quero controlar. Apesar de correr bastante não dou vazão a tanto sapato.

Além do dinheiro gasto, mas que é amortizado sempre que corro com eles, um daqueles pensamentos para tentar justificar a compra, existe o problema espaço. Sapatos em todo o lado, armários, quarto, escritório, trabalho, casa dos pais etc... Sempre que abro uma porta aparece uma caixa. 

Nos últimos 2 anos comecei a dar muitos pares a familiares e amigos e passei de quase 40 para 20 pares. Desses 14 são de trail, tenho sapato para subir e descer muita montanha até pelo menos 2022!  

Estes últimos 20 pares são-me difíceis de separar, até porque tenho uma ligação sentimental com algumas sapatilhas. Trazem-me boas memórias de provas ou treinos e não os consigo mandar embora, apesar de em alguns casos não os calçar há mais de 2 anos.  

É mau, eu sei, mas podia ser pior.

2 comentários

Comentar post