Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Race Report: 3º Trail de Almeirim - Na Rota do Vinho e da Sopa da Pedra

21.03.17 | Nuno Malcata

20170319_112352689_iOS.jpg

É sempre bom voltar onde já fomos bem tratados, e foi por este motivo que voltei a participar no Trail de Almeirim.

 

Em preparação para a primeira Ultra no Piodão, há 2 anos participei na 1ª edição do Trail de Almeirim. Na altura estava num bom momento de forma e fiz a prova a bom ritmo, mesmo desfrutando demais dos bons abastecimentos da prova :)

 

O ano passado não tive oportunidade de voltar a Almeirim como queria, e este ano quando o nosso campeão Stefan disponibilizou o seu dorsal para os 30Km do Trail de Almeirim, mesmo com muito pouco treino, decidi voltar aos trilhos ribatejanos.

 

 

Na véspera da prova a comitiva do Correr na Cidade ficou reduzida a metade por motivos de saúde familiar. Assim eu e a Bo arrancámos cedinho de Lisboa com destino a Fazendas de Almeirim.

 

Mesmo chegando um pouco em cima da hora o levantamento dos dorsais foi feito rapidamente e ainda deu para saudar amigos destas lides e preparar o equipamento, já o pelotão se reunia junto da partida.

20170319_090155192_iOS.jpg

A mudança profissional que fiz há alguns meses trouxe ainda mais responsabilidade e uma adaptação a uma realidade diferente da que tinha. A dedicação nos últimos meses tem sido intensa e o tempo dedicado a treino bastante pouco. Nas últimas semanas tenho tentado compensar com alguns treinos ao fim de semana, sobretudo em Sintra, mas a forma não é das melhores e a perspetiva de fazer 30Km era mais que um desafio.

 

A Bo está em melhor forma, na sua estadia na Tailândia treinou regularmente e recentemente participou nos Açores, nos 42Km do Columbos Trail, e foi a minha wingwoman e grande companhia durante as quase 4h e meia de prova.

 

Iniciámos a prova a bom ritmo, que com as primeiras subidas foi diminuindo. Passando o primeiro abastecimento aos 5Km começamos a ceder os trilhos aos mais rápidos da prova dos 18Km.

20170319_112344490_iOS.jpg

Embora os trilhos da prova não sejam dos mais exigentes, o grande trabalho do organização em desenhar um percurso aproveitando os recursos naturais abrindo trilhos bem sinuosos, torna a prova bastante divertida com subidas e descidas quase constantes.

 

Ao aproximar do abastecimento dos 17Km, as pernas começam a dar sinal de cansaço e falta de treino. No abastecimento fui "salvo" por tomate com sal, marmelada, banana, e outras coisas boas em mais um abastecimento de excelente qualidade.

 

Os percursos das provas vão se cruzando e vamos trocando impressões com vários participantes, inclusive quando aguardamos por subir pela famosa corda da prova.

20170319_114456026_iOS.jpg

Do último abastecimento aos 21Km até ao final o percurso foi praticamente feito a 2, com as dificuldades físicas a serem cada vez maiores no meu caso e com a Bo a incentivar-me quando as forças já eram poucas.

 

Desde Novembro que não participava em prova nos trilhos, as saudades eram muitas, e mesmo muito cansado estava a desfrutar de cada momento, e ainda nos riamos do facto de "estarmos podres e a adorar" :)

 

Chegados à meta, foi tempo de descansar, comer uns bolinhos e aplaudir a chegada de alguns companheiros de jornada.

20170319_133918070_iOS.jpg

Depois da merecida banhoca foi hora de desfrutar da bela sopa da pedra, bifana e pampilhos do almoço preparado pela bela organização da  A20KM - Trail Running Team, e de por a conversa em dia com a Geisa, a madrinha da prova, e o João.

 

Tal como há 2 anos tudo o que vivemos nesta prova é bom, e no meu entendimento tudo é bom porque é tudo feito com amor, dedicação e muitos sorrisos., É o que mais vou recordar desta prova, são os sorridos de todos os que nos proporcionaram uma prova com esta tanta qualidade, obrigado a todos!