Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Preservar correndo

15.04.16 | Tiago Portugal

IMG_3283.JPG

Somos uma comunidade cada vez maior. Onde quer que estejamos, vemos ou estamos simplesmente mais atentos, às pessoas que correm e verificamos que somos muitos e de todos os géneros, novos, velhos, mulheres, homens e até crianças, todos correm. Este crescimento tem também repercussões no número de pessoas que utiliza os trilhos para se aventurar no desporto ao ar livre, e começar a correr na natureza, ou como gostamos de chamar trail.

 

No início do mês de abril em conversa com o nosso grande Stefan Pequito (parabéns por mais um fantástico 3.º lugar no trail do Piodão), abordamos um tema que me preocupou. O boato de que para preservar a Serra de Sintra alguns trilhos podem brevemente deixar de ser públicos e ficar interditos. Será isto verdade? E quais as possíveis causas por detrás desta ideia? Infelizmente, é com cada vez maior frequência que nos treinos que por lá faço vejo lixo deitado no chão, principalmente embalagens de géis e barras. Mesmo Monsanto está a ser alvo de uma discussão sobre o seu futuro uso.

 

Estão alguns trilhos nacionais a ficar lotados e sobrecarregados? Ainda não, mas não tardará, pelo menos em Sintra, basta ver a afluência que já existe em alguns fim-de-semanas, corredores, ciclistas, caminhantes, escuteiros, todos a quererem desfrutar da nossa maravilhosa serra.

IMG_2835.JPG

O número cada vez maior de provas e o facto de sermos cada vez mais a correr na natureza está a ajudar a preservar ou a destruir a natureza que todos acarinhamos? É preciso cuidar dos nossos trilhos, não os destruir, ajudar a construir outros e preservar a natureza para quem vem a seguir a nós.

 

E se correr ajuda a resolver problemas complexos aproveite esse momento para solucionar a questão da preservação dos nossos trilhos. Algumas das mentes mais brilhantes do mundo foram ou são corredores e quando confrontados com problemas ou dilemas complexos é através da corrida que conseguem esvaziar a cabeça e vislumbrar novas perspetivas e abordagens para os desafios que enfrentam.

 

Pessoalmente quando corro o meu cérebro desliga dos problemas quotidianos e começo a viajar por mil e um pensamentos, até tudo ficar mais nítido. Certamente haverá alguma explicação cientifica ou médica que explique o porque de tantas mentes brilhantes correrem. A prática de exercício melhora a habilidade de gerir os processos cognitivos e ajuda a combater o stress, além de muitos outros benefícios.

3025957-inline-i-1-what-happens-to-our-brains-when

Correr faz o nosso cérebro trabalhar melhor, ficámos mais saudáveis, eliminámos a má energia e temos pequenos picos de euforia. Se algumas das maiores mentes humanas fazem da corrida o seu desporto de eleição é porque as vantagens são muitas.

 

Não faltam boas razões para correr, mas não se esqueça seja na estrada ou nos trilhos não destrua, não mande lixo para o chão, tenha cuidado e ajude a preservar aquilo que é de todos nós.