Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

FELIZ em Sevilha, venham as Ultras!

19.03.15 | Joana Malcata

 

ultras.jpg

Por Nuno Malcata

 

Depois de ter partilhado convosco a minha expetativa para a Maratona de Sevilha, precisei de algum tempo até conseguir reunir palavras para falar um pouco do que foi para mim esta prova.

 

Não me vou alongar muito, foram muitos sentimentos vividos, muita emoção ao longo da prova, muita alegria, muita comoção. Ao km37 quebrei o muro que me derrubou em 2014, corri e fiz correr quem já só queria andar, e terminei bem, sem fantasmas do passado, simplesmente FELIZ, como tanto queria.

sev.jpg

Antes da Maratona, no planeamento do que iria fazer desportivamente em 2015, existiam 2 desafios a que me queria propor, fazer a primeira Ultra em Trail e evoluir em Triatlo para a distância Olimpica e Half Ironman.

 

Para o desafio da primeira Ultra, decidi voltar ao local onde fiz o primeiro Trail, 1 ano depois, e fazer o Piodão Ultra Trail. Com um ano de trail, com uma evolução que considero que foi equilibrada, embora tenha claramente errado em começar numa prova tão dura, os 50Km no Piodão são o primeiro grande desafio de 2015.

 

Para Maio estava a planear o segundo desafio de 2015, o triatlo longo de Lisboa a 2 de Maio, mas para fazer triatlo e treinar para fazer triatlo não basta muita vontade, é preciso ter material, e continuava a faltar-me a bicicleta de estrada e o fato para nadar em água abertas.

 

A 8 de Janeiro surge aquilo que precisamos que ás vezes aconteça para tomarmos decisões importantes, a possibilidade de participar em equipa com a Bo Irik e o Tiago Portugal no Gerês Trail Adventure (GTA) de 30 de Abril a 3 de Maio pelo Correr na Cidade. Era o que precisava para, apesar de ser difícil, abdicar do triatlo para o 1º semestre de 2015.

 

Já à muito que queria fazer algo por etapas, em bicicleta ou a pé, e o GTA será a concretização. Vão ser 4 etapas, no total de 130km e 8500D+, com uma etapa duríssima de 60Km e 4500D+ ao 3º dia, uma Ultra muito a sério, e para a qual o meu foco desde Janeiro tem estado posto.

 

Desde Janeiro? Sim, desde Janeiro, desde o dia que decidi e me propus a fazer esta prova, é o dia 2 de Maio que é e continuará a ser o meu o foco, aquilo que preciso para em cada manhã sair da cama e treinar, me preparar fisica e psicologicamente, planear a alimentação da melhor forma, perder o peso que tenho a mais, etc

20150315_140559066_iOS.jpg

 

E foi com este foco que fiz a Maratona, e é com este foco que tenho preparado e vou fazer o Ultra Trail do Piodão. A um mês e meio do dia 2 de Maio ainda acho que não é imaginável, realizável à minha capacidade esta etapa, sobretudo depois de 52km e 3000D+ nas 2 etapas anteriores. Não consigo imaginar o que são 4500D+ em 60Km, não sei como o meu corpo vai estar no arranque, quanto mais durante a etapa. Mas até lá, garanto-vos, vou tentar cada dia perceber, cada dia chegarei um pouco lá mais perto dessa perceção, e no dia 2 de Maio estarei pronto! 

 

Para fechar já esta longa partilha, reuni as condições para no final de Maio ir conhecer os Açores, e fechar a época de Ultras do 1º Semestre de 2015 no Azores Trail Run a 30 de Maio, seguido de umas belas e merecidas férias pela ilhas, incluindo a subida ao Pico :)

 

Serei louco ou tonto dizem alguns, mas é esta loucura ou tonteira que me deixa como sabem... FELIZ!

 

E vocês, quem fará nestas provas a sua primeira Ultra?

 

Boas corridas!