Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Sweetdreams de alface e maçã

Já que a moda são os sumos detox e energéticos, encontrei nos livros de culinária lá de casa, um suminho para ajudar a descansar: chamei-lhe sweetdreams de alface e maçã.

 

É uma bebida perfeita para o fim do dia, já que a alface tem componentes soporíficos que ajudam a provocar o repouso natural. É um sumo indicado para depois do jantar ou ceia, já que também contem pectina (das maçãs) e enzimas digestivas (ananás) que ajudam a eliminar as toxinas que se foram acumulando ao longo do dia.

 

Ingredientes:

1 Maçã

120g Alface-romana

125g Ananás descascado

 

Reduza a sumo os ingredientes e acrescente água q.b.

Está pronto a servir.

 

A alface romana, muito rica em água, é um alimento extremamente hidratante, muito rica em antioxidantes, vitamina C, e em fibras e em folatos (ex. ácido fólico), o que a torna extremamente benéfica para o coração, ajudando a prevenir a oxidação do colesterol e a reduzir os níveis elevados de homocisteína[1]. O seu alto teor em potássio contribui para manter a tensão arterial a um nível saudável.

 

Análise por porção: calorias 97kcal; proteínas 1,8g; carboidratos 21,9g (sendo 20,6g açucares); lípidos 1g

 

Receita retirada de “A dieta dos sumos” de Christine Bailey, 2011



[1] Homocisteína: é um aminoácido que surge como produto do metabolismo da metionina e parece ter grande importância como fator de risco para a doença arterial coronária. (www.nestle.pt)

Identificadores desportivos: já conhecem a iDee?

Lembram-se de em Fevereiro termos “falado” nos identificadores desportivos? Na Meia Maratona do Douro Vinhateiro, fiquei a conhecer as pulseiras iDeeTM.

 

As pulseiras de identificação, iDeeTM, permitem identificar o seu utilizador, assim como possibilita ainda a inscrição de alguns elementos importantes no caso de necessidade de auxílio, ou mesmo de emergência médica como o grupo sanguíneo e contatos de pessoas próximas.

 

Enquanto desportistas, corremos muitas vezes sozinhos e ao ar livre, com uma moeda no bolso e na maior parte das vezes sem qualquer documento de identificação.

E é aqui que nasce a necessidade de algo como a pulseira iDeeTM: em caso de acidente podemos não estar em condições de falar ou de transmitir informação que possa ajudar na prestação de socorro.

 

Pode salvar-lhe a vida!

 

A pensar na segurança dos nossos leitores, amigos, familiares, a iDeeTM em parceria com o Correr na Cidade, tem o prazer de vos oferecer um vale de desconto de 20%. Para isso basta clicar aqui.

 

Boas corridas e em segurança!

Saucony Kinvara 5 - A excelência do running “natural”

A Saucony lançou este mês a quinta versão das sapatilhas de estrada Kinvara. Estas sapatilhas neutras, muito leves, têm um formato que permite ao pé mover-se sem limitações. A marca refere ainda que com um de 218 gramas é uma sapatilha de treino com um equilíbrio perfeito entre peso e durabilidade.

 

Estarão à venda em Portugal em Agosto/Setembro, mas como sempre o CnC vai ter a oportunidade de testar em primeira mão. Até lá fica a descrição veiculada pela marca, bem como umas fantásticas fotos. 

 

Para deleite dos seus admiradores a nova versão da Kinvara chega redesenhada com algumas mudanças centradas especialmente em aumentar a durabilidade da sapatilha. Assim no “upper” (parte superior da sapatilha) utiliza materiais mais leves junto com a tecnología FlexFilm: uma camada superior muito flexível e transpirável que protege o pé e ajuda a nestabilizar a passada.

 

Entre as novidades do corte superior encontramos o novo sistema de aperto ProLock que permite un melhor ajuste do pé. Também se redesenhou o arco que envolve o tornozelo utilizando a tecnología RunDry, um material mais macio que proporciona mais comodidade, evita natritos e ajuda na absorção da humidade.

 

 Na sola da Kinvara 5 acrescentou-se a borracha (IBR+) nas zonas de maior desgaste para uma maior durabilidade. Na meia sola, usa o composto (EVA+) que proporciona mais resistência à abrasão do terreno.

 

Do amortecimento encarga-se a tecnología PowerGrid, que se coloca únicamente no calcanhar, e que permite uma grande absorção do impacto na passada. O drop da Kinvara 5 da Saucony continua a ser de 4 mm de diferença entre o calcanhar e a ponta, o que ajuda a impactar de uma forma mais natural.

 

A nova Kinvara 5 é perfeita para corredores que querem aperfeiçoar a sua técnica de corrida e fortalecer a parte muscular e tendões das pernas. Também é ideal para aqueles corredores que preferem competir com uma sapatilha leve, com boa base de amortecimento.

 

Bra&Company apoia treino Just Girls


Nós avisamos! Esta semana iremos ter novidades sobre os apoios ao treino Just Girls do próximo sábado, todos os dias!!

Hoje é a vez da Bra&Company que se junta ao treino de  dia 31 de Maio e irá proporcionar a todas as participantes a possibilidade de usufruírem um desconto simpático em soutiens e biquínis!
“Porque cada mulher é mais que um número”, a Bra&Company abriu um espaço de culto para as mulheres. É aqui que podem ser devidamente aconselhadas numa temática difícil e sensível para muitas, a escolha de um bom soutien. À porta fechada, com atendimento por marcação, tem uma consultora que a irá ajuar neste processo de descoberta e redefinição do seu corpo para descobrir finalmente qual o modelo e tamanho certo de soutien para si".

Está aí o Louzan Trail - Entrevista com o Ultra Luís Mota

 

Já aqui falámos num dos grandes desafios, que estão na mira da Crew do Correr na Cidade. Um irá ser o UTDP, mas existe outro que nos anda a entusiasmar ao ponto de toda a Crew estar a preparar uma grande road trip até ao Louzan Trail  2014.

 

Esta prova, a realizar no dia 21 de junho na Lousã, conta nesta edição com três distâncias: Trail Longo 33km e 1700 de D+, Trail Curto de 15km e Caminhada de 10km. Assim com o apoio do Montanha Clube de Trail da Lousã, fomos entrevistar esse grande Ultrarunner de seu nome Luís Mota, padrinho do Louzan Trail 2014.

 

1. Quem é o Luís Mota? 

  • Luís Mota
  • 9/4/1970
  • Casado
  • Tomar
  • Licenciado em Ensino da Educação Física/ Mestrado em Educação e Comunicação Multimédia
  • Profissão: Professor

2. Como é que começou a correr?
Corro desde a minha juventude. Durante vinte anos a minha modalidade foi o “Futsal”,  participando apenas na prova da minha terra “Três Léguas do Nabão”, sendo totalista (31 edições).

O desporto está ligado à minha história de vida. Todo o tempo que tenho disponível é dedicado ao treino.


3. Qual o ponto mais alto da sua carreira até agora?
 

O ano passado foi um ano muito bom onde alcancei as minhas melhores marcas em todas as distâncias. Foi um ano que participei na Maratona de Londres, terminei o Ultra Trail do Mont Blanc, venci a primeira prova de 100 milhas em Portugal e sagrei-me Campeão do Circuito Nacional de Ultra Trail, com muitas outras boas participações fazem deste um ano de boa memória.

Confesso que tenho conseguido alcançar bons resultados, mas os principais títulos que consegui foram os muitos Amigos que ganhei neste maravilhoso mundo da corrida.

 

4. O que representa para si o Trail Running?

Uma forma de vida.

 

6. Quem são os seus atletas de referência?

Vitorino Coragem, Jorge Serrazina, José Moutinho e Vítor Ferreira (Laminha).

 

5. Como vê o movimento do Trail em Portugal, com o número de provas a aumentar exponencialmente? o que podemos esperar do futuro? 

No bom caminho. O país tem enormes potencialidades e temos um conjunto de boas organizações. Começa a ser difícil encontrar adjectivos para qualificar a qualidade organizativa das provas em que participo.

 

6. Porque é que decidiu apadrinhar o Louzan Trail?

Quando participei na primeira edição não conhecia pessoalmente os elementos da organização. Após a prova tinha a sensação de ter participado na melhor corrida em Montanha. Desde aí fui criando uma forte amizade com os elementos do Montanha Clube e foram eles que me deram a conhecer esta fantástica Serra. A minha serra favorita de Portugal. Para mim é uma grande honra apadrinhar este evento.

 

7. O que podem os atletas esperar desta prova? (altimetria, terreno, dificuldades)

Esta prova vai deliciar todos os participantes. Estão prometidos os mais belos trilhos da Lousã. A escolha vai ser complicada, dada a quantidade, mas estão prometidos vamos a eles.

 

8. Em termos de treino, qual é o seu plano? Como se prepara para os diferentes desafios?(plano de treino, nutricional, psicológico) Como conjuga, trabalho e treinos?

Planifico mensalmente. Com duas provas alvo e duas a três de preparação em competição. Este ano estou a falhar no alvo e as que seriam de preparação estão a sair melhor. Terei de reformular. Utilizo igualmente a bicicleta de estrada aliada a muitos e saborosos quilómetros.

 

9. Quais são os próximos desafios?

As 100 milhas são o objectivo principal. Primeiro em Portugal, na Serra da Estrela e depois em França, no Ultra Trail do Mont Blanc.

 

10. Uma dica rápida (algo que advenha da sua experiência como atleta que queira partilhar)?

Ninguém é melhor nem pior do que ninguém. Com trabalho, dedicação e respeito conseguimos grandes feitos. No Trail, nem sempre é vencedor quem chega primeiro, cada um de nós tem a sua vitória”. Obrigado. Gostaria de vos receber no Louzan Trail.

 

Treino Correr e Ler - esta quinta

Por Bo Irik:

O treino Correr na Cidade pós laboral pelas colinas de Lisboa soube tão bem que é já na 
5ª feira dia 29 de Maio que a Crew do Correr na Cidade vos convida a participar num aberto para explorar o Corredor Verde e Monsanto numa versão de trail light.

 

O ponto de encontro será pelas 19h00 junto à Bandeira do Parque Eduardo VII, na Alameda Cardeal Cerejeira, para partir às 19h15, após um breve aquecimento, em direção a Monanto pelo Corredor Verde. Do ponto de partida à entrada em Monsanto são cerca de 2km pelo que, para completar um treino de cerca de 10km, iremos dar uma volta de aproximadamente 6km em Monsanto.

 

Em Monsanto iremos percorrer estradões e asfalto, eventualmente uns single tracks, mas nada que implique necessariamente o uso de ténis de trail. A chegada está prevista cerca de uma hora depois da partida, no Parque Eduardo VII, permitindo aos participantes visitarem a Feira do Livro que se começa nesse dia no Parque Eduardo VII (até dia 15 de Junho).

 

Conselhos úteis (mais para os principiantes destas andanças):

 - Apesar de Lisboa ter uma série de bebedouros públicos, não temos a certeza se vamos encontrar alguns pelo nosso percurso, assim e porque iremos ter muitas subidas, aconselhamos a levarem água ou alguma bebida isotónica para a hidratação durante o percurso.
- Aos menos habituados a subidas, sabemos que as meias compressoras podem ajudar os gémeos a suportar algum cansaço. Assim, quem as tiver e quiser levar, achamos que é uma boa opção.

- Evitem levar roupas escuras para que quer os peões quer os automóveis vos possam ver bem e ao longe.

- Não é necessário levarem ténis de trail, embora o deixemos à vossa consideração. Vamos percorrer a calçada lisboeta com as suas vicissitudes. Acreditamos que uns ténis de estrada com boa aderência sejam suficientes. Mas devem ter uma sola que "agarre", como os ténis híbridos de city trail.

- Se estiver sol, aconselhamos o uso de boné, buff. Deve usar protetor solar.

- Vamos tentar manter-nos sempre juntos. Ninguém fica para trás!

- Mesmo com toda a solidariedade do mundo, aconselhamos a que levem algum dinheiro ou passe social no caso de algo correr mal e puderem seguir para casa.

- O percurso já foi experimentado em treinos, mas existem sempre novidades neste tipo de percursos e há que estar muito atento ao que nos rodeia. Por isso não aconselhamos a utilização de headphones.

- Este é um treino espontâneo, sem seguros nem cortes de estrada, etc.. Os promotores  não se responsabilizam por quaisquer danos que os participantes possam sofrer. Sejam responsáveis e cautelosos. Vamos correr no meio da cidade.

 

Mas, mais importante que tudo, vamos correr e divertir-nos! Quem ainda tiver energia depois do treino, pode vir connosco espreitar a Feira do Livro!

Correr na Cidade com treinos semanais

 


É verdade, leram bem, o Correr Na Cidade vai passar a ter treinos abertos todas as semanas!! Ouvimos os nossos amigos que correm connosco, percebemos a adesão que os nossos treinos têm vindo a ter, e percebemos a vontade de alguns corredores se juntarem a nós. Assim, decidimos deixar de lado os treinos abertos apenas com periodicidade mensal para os passar a organizar semanalmente.

 

Ou seja, todas as semanas haverá um treino convocado pelos membros do Correr na Cidade em Lisboa. Para saberem o local e as horas a que se realizam basta estarem atentos à nossa página de Facebook e aqui ao blog.

Mas as novidades não se ficam por aí. Também porque ouvimos quem corre connosco, vamos alterar os percursos regularmente e correr em vários locais da cidade. Assim teremos diversidade de percursos e de tipologia de treinos.

 

Este é o calendário para as próximas quatro semanas: 

#Dia 29 de maio, quinta-feira,19h00m. "Correr e Ler" - Partida Parque Eduardo VII e corrida pelo corredor verde de Lisboa. 10K.
Vejam o evento aqui.

#Dia 4 de Junho, quarta-feira, 19h15m. Encontro no Parque de Estacionamento do Penedo e trail por Monsanto. 10K

#Dia 10 de Junho, terça-feira, 20h00m. Encontro na Estação da CP de Algés - Pelas rampas do Restelo e Belém, 10K


#Dia 19 de Junho, quinta-feira, 19h00m.
 Encontro na Praça de Espanha - Trail urbano pelas colinas de Lisboa, 10K/11K

 

Iremos criar eventos públicos no Facebook para saberem mais detalhes sobre estes treinos, tal como já faziamos com os treinos abertos, e iremos fazer posts sobre os mesmos aqui no blog. Daqui a duas semanas iremos anunciar o calendário para as quatro semanas seguintes. E assim sucessivamente. Já não há desculpa para não virem corrernacidade e trazerem os vossos amigos. Vamos a isso?

 

 

O Boticário apoia treino Just Girls

Faltam poucos dias para o próximo treino Just Girls que se realiza já no próximo sábado, dia 31 de maio, pelas 9h na loja Pro Runner no Parque das Nações.

 

Nesse sábado cerca de 80 mulheres vão correr (ou caminhar) 5K ou 10K no evento organizado pelo Correr na Cidade e com o apoio da Asics e Compressport.

 

Mas há outras marcas que se juntam a este evento. E esta semana, ao longo dos dias, iremos anunciar quais. Hoje começamos pelo o apoio de O Boticário que estará presente, pela primeira vez, nos treinos Just Girls:


 

O Boticário, pioneiro em lojas exclusivas de perfumaria e cosmética, tornou-se em Portugal numa marca muito conhecida e querida dos portugueses, fazendo parte, cada vez mais, do seu dia a dia. É uma marca que “acredita na Beleza e que se distingue pela atitude.

 

Acreditamos que, quando as pessoas se sentem mais bonitas, tudo fica mais vibrante, alegre, colorido e o mundo inteiro fica mais belo.”

 

O Correr na Cidade, nomeadamente no âmbito dos treinos Just Girls, identifica-se com esta filosofia, pelo que convidou O Boticário a juntar-se ao Treino Just Girls do dia 31 de Maio. A marca brasileira irá proporcionar a todas as participantes um desconto de 50% num produto O Boticário à escolho nas lojas do país, um mini-creme de mãos guaraná e ainda uma amostra do novo lançamento O Boticário para se mimarem após o treino!

Relembramos que o Just Girls é um evento só para mulheres criado em Julho de 2013 e que se realiza durante a primavera e verão. Apesar ser gratuito requer inscrição prévia, que no caso desta edição esgotou em cerca de 2h30m.

Manhã para aprender a salvar vidas

 

Por Filipe Gil:

O passado sábado de manhã foi passado a aprender a salvar vidas. Num workshop que o Correr na Cidade organizou em conjunto com o INEM e com o Cowork Lisboa, levou 33 pessoas, entre formadores e corredores - graças à ideia dos "nossos" Pedro Tomás Luiz e Tiago Portugal, que pertencem ao INEM.

 

Foi um workshops muito interessante e muito útil onde aprendemos, na teoria e na prática, a fazer suporte de vida. Ensinaram-nos  como devemos agir em casos em que encontramos pessoas inanimadas e/ou sem respirar até que o socorro do INEM possa tratar do caso profissionalmente. Simples gestos que podem ajudar a salvar vidas. Algo que todos nós, cidadãos, devíamos saber, e que deviam ser ensinado em escolas, entidades públicas, clubes desportivos e empresas.

 

Só a título de curiosidade, o formador do INEM indicou-nos que, no norte da Europa cerca de 70% da população sabe fazer suporte básico de vida, o que não acontece em Portugal. Outro número alarmante, cerca de 80% das chamadas telefónicas para o 112 são falsas. Dá que pensar...

 

No intervalo entre a parte teorica e prática tivemos um pequeno-almoço vitaminado oferecido pela Vitamina-te, onde nos foi servido um batido de banana, pêra e maçã com proteína total das Plantas Nutrilite e barras low carb sabor a frutos vermelhos e barras low fat sabor a chocolate Body Key. 


Voltando à utilidade do workshop, não posso deixar de sublinhar a importância desta informação. Nós que corremos, que organizamos treinos, fazemos trail, meias e maratonas, devíamos ter algumas pessoas nos nossos grupos de corrida com conhecimento de suporte básico de vida. Pode fazer uma grande diferença.

 

Fica já prometido um segundo workshop gratuito depois de Agosto, e que anunciaremos atempadamente.
Eis algumas fotos da formação:

Teixeira e Frost vencem Ultra dos Azores Trail Run

Armando Teixeira, nos homens, e Anna Frost, nas mulheres, foram os vencedores da 1ª Edição do Azores Trail Run.
Esta foi a classificação do top 10 da Ultra Maratona (48K) desta prova realizada de costa a costa na Ilha do Faial:

1 - Armando Teixeira - Salomon Portugal - 4:03:12

2 - Mirko Righele - 4:10:03
3 - Telmo Veloso - da Desnível Positivo - 4:12:41

4 - Daniel Calleja - Raidlight Team - Acarria Trekking - 4:18:06

5 - Luís Mota - Casa Benfica Abrantes - 4:28:26

6 - Sebastien Nain - Team international VIBRAM - 4:32:46

7 - Lourens Naudé - Armada Portuguesa do Trail - 4:34:04

8 - Carlos Sá - Desnível Positivo - 4:35:40

9 - Anna Frost - Salomon Running - 4:35:54

10 - Telmo Ferreira - Alive Fitness Club Port - 4:39:14

Quem quiser recordar a entrevista que Anna Frost deu ao Correr na Cidade, pode clicar aqui.