Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Ultra Trilhos Rocha da Pena - O Trail mais quente do ano

Não é à toa que lhe chamam a prova de trail running mais quente do ano, pois não só se realiza na região mais a sul do país, na serra algarvia com a sua vegetação rasteira e como se isto não bastasse realiza-se em Agosto, mais precisamente do dia 7 em Salir - Loulé, portanto as gostas de suor estão garantidas.

 

12418092_795322740614421_7493279146564838108_n.jpg

 

Quem pensa que o Algarve é plano, desengane-se, o Algarve tem uma serra maravilhosa capaz de fazer as delícias de qualquer Trail Runner... E o mar, esse está sempre lá ao fundo a chamar por um mergulho no final do dia como recompensa. Para confirmar isto, fomos gentilmente convidados a participar num treino organizado pela Algarve Trail Running, numa espécie de preview ao UTRP e podemos confirmar que deste o início do ponto de encontro nos apartamentos da Gravetur em Vilamoura ao final do treino, garantimos que esta malta da ATR sabe não só receber, como tem uma atenção incrível como o tratamento da natureza e faz de toda esta região da Rocha da Pena um playground incrível. Portanto não é de estranhar que o UTRP faça parte do campeonato nacional, nem que faça parte das provas pontuáveis para o UTMB.

 

A prova deste ano tem três provas em três distâncias: O TCRP & Caminhada - Uma prova de distancia curta, com cerca de 15 Km e 800 D+, para os mais iniciantes; O TLRP - Uma prova de distancia média, com cerca de 25 Km e 1020 D+, para aqueles que tem um pouco de mais experiência e gostam de distâncias rápidas; e o UTRP, a prova rainha com cerca de 50Km e 2260 D+, para os mais experientes e mais preparados, repito mais preparados mesmo, o ano passado o nosso Tiago Portugal mesmo tendo uma vasta experiência em Ultras foi obrigado a desistir devido à exigência da prova e podes encontrar aqui a sua história, mas este ano ele espera vingar-se.

Informações mais detalhadas sobre a prova podem encontra-las no site oficial que está muito bem conseguido por sinal, mostrando que esta malta se preocupa com os detalhes.

 

13346578_885786118234749_957077763082866854_n.jpg

 

Estão preparados para além dos prémio de montanha da "subida da morte" e da fantástica descida "arranca unhas" - quando lá chegarem entendem os nomes - outras surpresas e para tentar desvendar um pouco maia sobre a prova, estivemos a falar com a organização.

 

Como está o trail running no Algarve? Também sentem que o número de adeptos da modalidade está a crescer nesta região?

 

Sem dúvida que essa tendência nota-se também no Algarve! Na ATR por exemplo, são cada vez mais as pessoas que nos contactam querendo saber informações. Somos contactados por diversas pessoas diariamente, desde aquelas que pretendem experimentar ou iniciar a corrida em trilhos de forma segura, passando pelas que procuram fazer uma transição tranquila da estrada para a montanha. Há também muitas pessoas de outros pontos de Portugal e mesmo do estrangeiro que em deslocações ao Algarve pretendem saber quais os melhores trilhos para conhecer e treinar.

 

Para além disso, é exponencial o número de atletas inscritos nas diversas provas no Algarve. Por norma em todas aquelas que fazem parte do Circuito de Trail do Algarve, esse numero tem duplicado em relação ao ano anterior. Na segunda edição do Trail Ossonoba por exemplo, tivemos 270 inscritos, face aos 150 da edição anterior. No caso do UTRP, igualamos o número de inscritos face ao ano de 2015 logo poucas semanas após a abertura das inscrições.

 

Consideram que o resto do país ainda estranha quando falamos de Trail no Algarve? Normalmente, pensa-se que o Algarve é só praia…

 

Esse é um problema generalizado em todas as actividades do Algarve. Por diversas razões, o único produto realmente potenciado no algarve é o “sol  e praia”. O debate está lançado, são várias as entidades que pretendem contrariar essa tendência, desenvolvendo produtos diferenciadores e de muita qualidade que complementem o “sol e praia”. A ATR, em conjunto com empresários e organismos das várias tutelas,  tem colaborado activamente para que o Algarve seja também conhecido como um destino de excelência no desporto, em geral, e no Trail, em particular. Muito tem sido feito nos últimos anos para credibilizar as organizações de provas realizadas no Algarve e penso que vamos no sentido correcto.

 

O que um atleta que venha ao UTRP pode esperar?

 

Pode esperar atenção e empenho por parte da organização! O UTRP é tudo aquilo que os atletas dizem ser. Nós apenas podemos afirmar que tudo faremos para que todos os participantes levem para casa bons momentos gravados na memória; para que queriam cá voltar para outras provas, treinos ou apenas passear com a família e reviver esses bons momentos!

 

O UTRP é organizado de atletas para atletas. Tudo o que fazemos é a pensar em quem vai andar pelos “nossos” trilhos! Conhecemos bem as dificuldades que os mais iniciados, e também os mais experientes, vão sentir. Não as queremos eliminar, pelo contrário até, pois afinal o trail também é isso: superação! Mas queremos que essa superação seja alcançada com toda a segurança e que no fim os atletas levem para casa grandes momentos. Momentos que os marquem, seja pelos resultados, pelas paisagens, pelas surpresas que andamos a preparar.

 

Quais as principais diferenças face às edições anteriores?

 

Este ano a prova começa um dia mais cedo com o UTRP Warm Up. Este evento acontece no sábado, dia 6, entre as 9:00 e as 13:00, junto ao Mercado Municipal e à Câmara Municipal de Loulé. Aqui os atletas poderão levantar os dorsais e participar num conjunto de palestras e workshops sobre a temática do desporto e do trail.

 

Relativamente ao percurso, será ligeiramente diferente, ligeiramente mais técnico e mais exigente, principalmente para os 50km. Haverá ainda um espaço onde os pais podem deixar os filhos e ir enfrentar os trilhos descansados. Não há desculpas! Haverá outras diferenças significativas, mas essas só os elementos da organização é que conhecem e serão surpresa! 

 

Este promete ser o trail mais quente do ano. É esta a principal dificuldade?

 

Prometemos mas não depende só de nós...vamos ver como estará o dia. Na primeira edição esteve muito calor, na segunda nem tanto. Esperemos que neste ano a temperatura esteja altíssima! Mas sem dúvida que o calor é uma dificuldade a ter em conta. A temperatura elevada e o ar muito seco dificulta e limita bastante a realização do esforço, seja pela desidratação, pela dificuldade em respirar, pelo desconforto… mas há que considerar que o Algarve tem características de solo e vegetação distintas do resto do Pais. A mesma surpresa que encontramos quando vamos a provas fora do Algarve, é aquela que podem esperar aqui. Solo seco, pedras soltas, vegetação rasteira, muitos espinhos, poucas (ou nenhumas) sombras e muito declive! Subidas íngremes onde o segredo é nunca parar e descidas onde o segredo é nunca travar!

 

Que conselhos dariam a quem vem participar nas diferentes distâncias do UTRP?

 

Os conselhos mais técnicos sem dúvida serão quanto à hidratação! Não se esqueçam que a corrida por trilhos é feita em semi-autonomia. Os postos de abastecimento estarão nos sítios indicados, mas de posto a posto garantam uma óptima hidratação!

Quanto a outros conselhos… venham! Tragam as vossas famílias! Pais, filhos, avós, cão, gato, periquito ou papagaio! Todos vão passar bons momentos. Aproveitem o UTRP Warm Up para conhecerem mais a Cidade de Loulé. Aproveitem as zonas de espectáculo para verem e apoiarem os vossos amigos, familiares e todos os atletas. Aproveitem a piscina e toda a animação no complexo desportivo de Salir enquanto esperam o regresso dos atletas

 
 

Espero que vos tenhamos aberto a curiosidade para fazerem uma escapinha ao Algarve e fazer esta prova, acho que a região, a prova e a organização, merecem uma grande afluência de público, quanto a nós fazemos a nossa parte e vamos dar uma ajuda.

 

Umas das novidades é o espaço deste ano é o espaço Kid's, onde os pais podem deixar os seu filhos a fazerem actividades, quando eles "os pais" vão fazer a prova ( Atenção que esta actividade requer inscrição previa, por favor consultar o site e facebook da prova).

 

13432265_894529857360375_7232171921650579074_n.jpg

 

E para comemorar esta novidade, vamos premiar um casal com dois dorsais para uma distancia à vossa escolha para o Rocha da Pena, portanto sigam as seguintes regras e preparem-se para fazer as malas:

 

Até dia 17 de Julho envia uma foto para o email run@corrernacidade.com onde o casal apareçam a correr sob o tema "O Trail mais quente do ano" e fazer like na página da Algarve Trail Running e Ultra Trilhos Rocha da Pena.

 

O vencedor será escolhido por um júri constituído por membros do Correr na Cidade e da organização do UTRP a foto publicada no Facebook do Correr na Cidade.

 

Boa Sorte e boas corridas

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D