Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Saucony Ride 9 - Unboxing

 

P7102537.JPG

 

Ok! admito... sou um fã incondicional deste modelo. Usei a versão 7, duas versões 8 (review) e agora graças à Saucony vou ter a hipótese de testar os novíssimos  Ride 9.


Nas versões anteriores este modelo era um verdadeiro cavalo de combate, serviu para quase tudo. Usei-os em diversos tipos de treinos, em corridas, para distâncias que foram deste os habituais 10km até aos 35km. Com excelentes prestações em alcatrão, em pista e até em terrenos mistos, fizesse chuva ou sol estas sapatilhas nunca me deixaram ficar mal.


No entanto, aqui estou eu numa ambivalência terrível entre o "será que estão melhores ainda?" e o "!?## não arruinem as minhas satilhas favoritas". Isto deve-se acima de tudo ao facto de desta vez as mudanças não são simples retoques cosméticos, são  profundas e vão desde o upper até à sola.

 

Mas vamos a factos... a grande mudança está efectivamente na tecnologia de amortecimento, que passa a incorporar a EVERUN™, que segundo a marca permite um amortecimento continuo e um retorno de 83% da energia em cada passada . Ou seja passam ser sapatilhas com uma melhor resposta e com uma menor deformação do amortecimento.


Neutras, com 8 mm de drop e um peso de 264 gramas no tamanho 43 (homem) e 235 gramas no tamanho 41 (mulher) são referenciadas como sapatilhas para treinos e/ou competição. Incorporam ainda a sola Triflex, que facilita a transição para uma passada mais suave, e com uma "meia sola" em  SSL (Super Saucony Light) que do mesmo modo minimiza o peso e maximiza a reacção.

 

Vamos lá por isto a rolar...

P7102538.JPG

 

P7102539.JPG

 

P7102540.JPG

 

P7102541.JPG

 

P7102542.JPG

 

P7102543.JPG

 

 

Preview: Skechers Go Run Forza

12788683_1128014540542178_1288167204_o.jpg

 

Por Sara Dias:

Há muito tempo que tinha a Skechers debaixo de olho, ouvi falar bem da marca e até hoje não tinha tido oportunidade de testar uns.
Os Skechers Go Run Forza foi o modelo escolhido. Este modelo é o resultado da 5ª geração no que toca ao amortecimento, para além do material Resalyte o qual confere maior leveza, amortecimento e impulso.

Concebidos com uma meia sola dividida em duas e uma sola mais firme, proporcionando uma maior estabilidade, já para não falar de uma transição mais suave entre zona de impacto até zona de impulso a cada passada. Drop 8 mm e um upper bastante transpirável. Este modelo possui ainda alguns pormenores refletores que trazem mais segurança aos corredores durante a noite.


Visualmente são muito bonitos, chamam atenção mas não de forma espampanante, seleção de cores bem ao jeito dos gostos femininos, trazem uns atacadores suplentes e quando os calçamos pela primeira vez percebemos de imediato a sua leveza e conforto.

IMG_20160302_102221.jpg

Já corri com eles, mas não a distância necessária para ter uma opinião coesa, contudo não tenho dúvidas estes vão ser os meus companheiros para treinos longos. Em breve farei a minha review final. 

 

 

 

 

Preview: FAAS 300 S V2

IMG_20150926_124258.jpg

 

Por Bo Irik:

 

Os FAAS 300 da PUMA foram uns dos meus ténis preferidos para estrada até 10-15km. Leves, drop reduzido e lindos de morrer. Usei e abusei tanto destas sapatilhas que tive literalmente que os deitar fora depois de uma voltinha de honra na Corrida da Linha, um ano e meio depois de os ter recebido. Cheguei a correr duas edições da Corrida das Fogueiras com estas queridas sapatilhas, a edição de 2014 e a de 2015. A primeira impressão e review final destas sapatilhas minimalistas da Puma já foram partilhadas aqui no blog.

 

Felizmente, a Puma, ao saber que as minhas FAAS 300 tinham sido reformadas, decidiu oferecer-me um par novo, desta vez os FAAS 300 S V2. Já o Rui Pinto andava a experimentar estas sapatilhas, na sua versão PowerCool e o feedback foi muito positivo, elevando a minha expetativa.

 

A gama FAAS da PUMA apresenta uma escala de amortecimento FaasFoam, de 100 a 1000, desde a corrida minimalista até modelos com mais amortecimento..

 

A primeira impressão deste modelo é boa. São relativamente leves, com apenas 210 gramas e apresentam um drop de 8mm. Por mim, preferiria um drop ainda mais reduzido, perto dos 5mm, mas 8 já é muito menos que os 12mm de drop dos Puma Ignite. A sapatilha encontra-se disponível em 4 cores e o preço começa nos 50€ (online). Em comparação com o modelo que usava anteriormente, esta sapatilha tem uma “FAAS Engineered Stability Zone” melhorada e de facto, sinto que fornece mais estabilidade.  

 

Tenho usado estas sapatilhas em treinos mais rápidos e na Corrida do Montepio e parece-me que me irão acompanhar nas próximas provas de 10km. Em breve, publicarei a review aqui no blog.

 

IMG_20150926_110820.jpg

IMG_20150926_110900.jpg

IMG_20150926_110915.jpg

IMG_20150926_110955.jpg

IMG_20150926_111044.jpg

IMG_20150926_111137.jpg

Unboxing: Saucony Zealot

Por Luís Moura:

 

Até agora só tive um par de sapatilhas da Saucony, os Guide 7, que para mim foram os melhores que já tive desde que comecei a correr à quatro anos atrás.

Entretanto, quase toda a gente que experimentou Saucony ou comprou para correr no alcatrão adorou a experiencia.

 

Por isso é com expectativa que vou experimentar os novos ZEALOT ISO em tons laranja e azul. Na próxima semana vou começar a fazer uns treinos longos com eles e vamos ver como se comportam.

Para já, ficam aqui algumas fotos do unboxing.

DSC00347.JPG

 

DSC00349.JPG

 

DSC00351.JPG

 

DSC00353.JPG

DSC00358.JPG

DSC00364.JPG

 

Unboxing: Merrell All Out Peak

Merrell All Out Peak (3).jpg

Por Bo Irik:

 

Quem me conhece sabe que sou fã da Merrell no que toca a calçado de trail. Na verdade, na minha primeira ultra-maratona, os 53km do Piódão, os Merrell All Out Rush não me desiludiram. Foi por isso que fiquei muito contente quando a Merrell Portugal nos pediu que testássemos os novos modelos de calçado de trail.

 

Vou ter o privilégio de experimentar os Merrell All Out Peak, disponibilizados no mercado Português nesta Primavera/Verão. Adoro experimentar material para esta marca porque a loja na Baixa de Lisboa é muito simpática e podemos ir lá experimentar tamanhos e cores :)

 

Os All Out Peak estão disponíveis em duas cores: preto e laranja. Primeiro optei pelos pretos, mais discretos e muito cool, mas depois, deixei-me convencer pelos laranja mecânica, a cor do meu país de origem. São giros, não achas? Segue o unboxing:

Merrell All Out Peak (6).jpgMerrell All Out Peak (7).jpg

Merrell All Out Peak (2).jpg

Merrell All Out Peak (1).jpg

Merrell All Out Peak (4).jpg

Merrell All Out Peak (5).jpg

Merrell All Out Peak (9).jpg

Merrell All Out Peak (8).jpg

Vem aí um enorme desafio (onde enorme > ultra), o Gerês Trail Adventure, no fim do mês. Vamos ver se gosto destas sapatilhas e as levo comigo, o modelo que já tinha, os All Out Rush, levo de certeza.

Bons treinos!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D