Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Race Report SNR'14 - "Correr é mais do que um desporto é uma festa"

Por Tiago Portugal:

 

Tenho aproveitado o último ano para correr e viajar pelo país e fui no último sábado, dia 19 de Abril de 2014, com o meu irmão, Frederico, e com a minha running crew, Correr na Cidade, participar na Scalabis Night Race 2014 que se realizou em Santarém.

 

Existem provas que merecem ser vividas intensamente e cada Km aproveitado ao máximo e a Scalabis Night Run pertence a esse restrito lote.

Mais do que uma corrida é uma celebração, uma festa em plena cidade de Santarém, onde cerca de 1300 pessoas se reuniram para juntas percorrerem 10km. A atmosfera festiva sentia-se assim que se entrava no jardim onde estava instalada a meta, música ao vivo, cerveja, bifanas, uma enorme simpatia da organização e o amarelo a sobressair em todas as direções.

 

Apesar de a prova só começar às 21h00, o que a torna ainda mais interessante, cheguei com o meu irmão por volta das 19h00 a Santarém. À chegada sou brindado com a alegria habitual dos meus companheiros da crew. 1 bifana, 1 cerveja e 1 pampilho depois estávamos todos sentados à conversa e a apreciar o ambiente cada vez mais festivo.

 

20h45 e já equipados a rigor dirigimo-nos para a meta, onde tive o prazer de conhecer o Nuno Ferreira pela 1ª vez. Estava uma noite espetacular, condições ideias para correr, e às 21h00 em ponto o mini fogo-de-artifício deu a partida e foi com um sorriso nos lábios que iniciei a minha corrida.

 

Gosto de ir a apreciar os percursos das provas em que participo pela 1ª vez, os tempos e os recordes ficam para outras alturas, e a cidade de Santarém merecia ser aproveitada a cada passada. Ao início separámo-nos por tempos, decidi ir a um ritmo a rondar os 5m ao km, e fui na companhia do Filipe Gil. Os 10km passaram a voar, sempre com um sorriso nos lábios, correr devia ser sempre assim.  

 

Achei o percurso fantástico, nada cansativo e com belos momentos, correr à noite tem outro encanto, o fato de nos cruzarmos várias vezes com os restantes participantes é um grande incentivo. Ao 3km para os mais corajosos, talvez um dia, um abastecimento de vinho tinto dava o mote para os restantes 7km, ao longo dos quais pude vibrar com o extraordinário apoio do público, melhor do que muitas “grandes” provas em que já participei.

 

No fim a habitual troca de impressões entre todos confirmou o feeling inicial, uma grande prova que serviu para bater recordes pessoais e marcar o regresso à forma de alguns dos nossos crew members.

 

Resumindo, uma prova que recomendo a toda à gente pelo menos uma vez e na qual se sente que correr é mais do que um desporto é uma festa e um motivo para celebrar e conviver.

 

Correr porquê? Corro porque posso e sou mais feliz quando o faço.

 

 

SNR 2014: Melhor que a primeira

 

Por Filipe Gil:

 

Dizem que não se deve voltar a um sítio onde fomos felizes. A segunda edição da Scalabis Night Race comprova que isso é mentira, pois esta segunda corrida noturna de Santarém, organizada por aquela que é para mim a crew mais interessa de Portugal, os SNR, foi melhor que a primeira. Melhor organizada, com mais gente e com uma cidade menos estranha a esta festa do desporto e cultura. É caso para dizer que se Santarém estranhou a primeira edição, passou a entranhar-se com a corrida nesta segunda.

 

 

Apesar dos membros do Correr na Cidade Running Crew não estarem todos presentes ainda fomos uns oito (mais três elementos "emprestados": o Frederico, irmão do Tiago, o nosso amigo Nuno e a nossa amiga ribatejana de Benavente, Susana), e foi muito, muito divertido. Aproveitamos também para estrear o novo hoodie da crew (foto acima).

Como um dos nossos crew members é de Santarém, o Nuno Ferreira, a vida foi-nos facilitada porque quando ainda faltavam umas horas de prova e as barrigas já começaram a fazer barulho, ele a mulher ofereceram-nos uns magníficos pampilhos da Bijou. Estivemos na conversa e no convívio entre nós e com outros corredores nossos conhecidos durante algum, até nos darmos conta que faltava pouco tempo para a prova. Fomos para o parque de estacionamento para equipar e depois aquecer, ou melhor fingir que aquecemos, mas a excitação e o nervosismo fizeram o resto.

Entre a preparação e aquecimento, aproveitámos para tirar algumas fotos à crew+amigos e às meninas da Crew (só faltou a Carmo Moser que, como leram neste post, anda a correr pelo Nepal) que estrearam os novos equipamentos da ASICS que as irão acompanhar nas provas e treinos das próximas semanas (e também no treino Just Girls de 31 de maio). Todo o material está a ser testado e elas darão conta disso em breve aqui no blogue.

 

 

Todos fizeram bons tempos, todos se esforçaram, todos nos apoiamos mutuamente (que é o mais importante). Alguns de nós bateram recordes da distância, e todos nos divertimos muito. Quem se estreou na prova ficou a perceber a minha excitação com os 10K de Santarém à noite. Não fui o único a arrepiar-se com a voz do Paulo de Carvalho na canção que deu o mote à revolução dos cravos. Esta parte da prova é mesmo o tónico final para um último km a puxar.

 

Pessoalmente, foi um misto de regozijo e esperança. Esperança porque apesar de dores contínuas no joelho direito - voltaram na passada quinta-feira - e de ter feito os 10K sempre com um grande incómodo, consegui fazer um tempo respeitável: 51:46 segundo meu Garmin. Curiosamente ou não, tive uma conversa antes da corrida com um grande corredor, o David Faustino, que me falou sobre as dores que tem quando corre e como vive bem com elas, disse-me que até estranha quando corre sem dores.

Inspiraram-me muito estas palavras, pois podia ter vacilado muito mais à dor e as palavras do David ecoaram-me na cabeça durante parte da prova. Isso e a voz incansável do Tiago Portugal que decidiu fazer os 10K de Santarém a puxar por mim lado a lado, quando ele podia ter ido muito mais rápido. Já o disse várias vezes, mas nunca fica demais indicar publicamente: Obrigado Tiago, é isto o espírito de running crew!

Se comparar com o tempo que fiz o ano passado, abaixo dos 50 minutos (49 e qualquer coisa) a corrida correu pior, mas para quem vem de uma série de lesões desde novembro, só posso olhar com regozijo estes saborosos 10K. Espero que seja o meu grito do Epiranga para voltar a correr mais rápido e com mais frequência e dizer adeus às lesões que me fustigam há quase 5 meses. Desejem-me sorte.

 

 

Para finalizar mais esta running trip, a Crew acabou a prova de Santarém a comer um delicioso bolo de limão e morango, feito pela Bo, para celebrar o aniversário da Ana Guerra (que bateu o seu record aos 10K) num dos parque de estacionamento locais.

E assim nos despedimos de Santarém, entre risadas, calendarização de futuras provas e muitas ideias para os próximos projetos da crew - e são muitas - fiquem atentos. Como alguém costuma dizer: esta crew não pára.Literalmente!

 

Avaliando sintéticamente esta prova:

 

Pontos positivos -

# A evolvência e simpatia da organização com os participantes.

# Mesmo com uma prova forte a decorrer em Sintra (a BES Run) a prova de Santarém esteve lotada com muitas caras conhecidas das provas da grande Lisboa.

#O circuito é muito bonito

#O incentivo do público em alguns locais da prova (podem vir a provas em Lisboa mostrar como se faz?)

#O humor da sinalética (A dor de burro....)

Pontos negativos -

#Alguma confusão com os dorsais. Espero que tenha sido pontual, mas há trocas de escalões e de nomes dos dorsais. Mas conheço a organização e sei que vão resolver a questão atenpadamente. 

#Uma prova assim já merecia uma medalha

# O tempo de espera para as bifanas quando os corredores estavam esfomeados. Algo a rever na próxima edição.

 

Em suma: continua a ser o melhor circuito e a melhor prova de 10K que já fiz. E já fiz algumas...

Venha a edição de 2015!

Entrevista à organização da Scalabis Night Race

_MG_4137Ainda faltam uns meses para a 2ª edição da Scalabis Night Race, mas pelo andar das inscrições, e segundo a organização, já só restam pouco mais de 500 bilhetes para esgotar a prova. Falamos com Pedro Carvalho, um dos membros da organização da SNR- A 1ª edição da SNR foi um sucesso. Quais as expetativas para a  edição deste ano?Para este ano de 2014 esperamos que se repita o essencial, numa prova em que procuramos, sem descurar os aspetos técnicos inerentes a uma prova de atletismo, fazer uma festa em Santarém, "iluminando" a cidade com cor, alegria, muita animação e boa disposição.- Em termos de percurso, irão existir mudanças/novidades?Iremos ter algumas novidades, sim, sobretudo na mini (5 kms), com acrescidas passagens em locais emblemáticos da nossa cidade.- Irão ter animação durante a prova?A animação durante a prova constitui para nós uma componente muito importante do evento.Vamos apostar na animação ao longo de todo o percurso, para que os atletas se sintam motivados para a prática do desporto, divertidos (numa época em que andamos todos um pouco cabisbaixos) e alertados para o que de bonito e interessante do posto de vista histórico -monumental a cidade de Santarém nos tem para oferecer - que é muito! Não irá faltar o folclore, o rock e outros géneros musicais, para agradar a todos, em diferentes momentos.-  Vão manter as provas para os mais novos? Se sim, em que distâncias? E a corrida em si haverá outra distância sem ser os 10K?s provas de Bâmbis e Benjamins A decorrerão na reta da meta a instalar no Jardim da Liberdade. Para os restantes escalões, será delimitado um circuito de aproximadamente 1000 m, a percorrer no nº de voltas necessário ao cumprimento da distância estipulada para cada escalão. Este circuito terá partida e chegada no Jardim da Liberdade e passagem na Praça Sá da Bandeira (Largo do Seminário).Hora da Prova   Escalão Idades  Distância

17h15    Bâmbis ≤6           150 m17h30    Benjamins A      7/9         500 m17h45    Benjamins B      10/11    1.000 m18h00    Infantis                12/13    2.000 m18h30    Iniciados              14/15    3.000 m19h00    Juvenis 16/17    4.000 m21h00    Scalabis Night Race         -              10.000 m21h20    Mini Race - Caminhada -              5.000 m

- Os leitores do blog Correr Na Cidade elegeram a vossa corrida como a melhor de 2013, o que pensam dessa escolha, tendo em conta os outros finalistas?Tendo em conta os outros finalistas – autênticos “pesos-pesados” na organização de provas há bastantes anos – constituiu um enorme orgulho para nós sermos considerados a melhor prova de 10 kms logo na 1.ª edição, sobretudo porque tal enaltecimento resulta do feedback dos próprios atletas. - Quantos correram em Santarém à noite no ano passado? Quantos corredores esperam ter este ano?No ano passado correram cerca de 1.000 na corrida de 10 kms e cerca de 600 na mini de 5 kms. Para este ano, teremos à volta de 1.500 nos 10 kms e 1.000 nos 5 kms, para além de algumas centenas na kids race.- Como estão a correr as inscrições, que abriram recentemente?As inscrições estão a correr muitíssimo bem. Apenas numa semana (as inscrições abriram a 19 de Janeiro) atingimos mais de 1.000 inscrições nas 3 provas – 10kms, 5kms e kids. Na prova principal, restam nesta altura cerca de 500 vagas apenas, pelo que é aconselhável para quem possa estar interessado, avançar com as inscrições. No ano transato, as inscrições esgotaram a um mês da corrida, sendo que, ao ritmo a que as mesmas estão a decorrer este ano, se espera que esgotem bem mais cedo._MG_0327Nota do Editor: O Correr Na Cidade é, pela segunda vez, orgulhosamente media partner desta corrida. E vamos marcar presença com o maior número possível de corredores. Fazemos tudo por pampilhos de Santarém!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D