Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Preview : Salomon SLab SENSE 6

preview_sense00.jpg

Chegaram para testar uma das sapatilhas mais esperadas para esta época "2017", as Salomon SLab Sense 6.
Ao fim de 5 modelos que foram sempre sendo melhoradas a cada interação, para 2017 a Salomon subdividiu o modelo SENSE ULTRA em dois, os SENSE 6 que estamos a mostrar aqui e as SENSE ULTRA 6. As SENSE 6 mantém o mote de sapatilha super rápida e leve para trilhos rápidos ou passadas mais ligeiras/eficiente enquanto que as SENSE ULTRA aumentam de peso, proteção e conforto, indo ocupar o espaço que em 2016 era das WINGS RACING.

preview_sense01.jpg



As Sense no modelo original vinha com peso indicativo de 200gr e as SENSE 6 para 2017 de 220gr.
Na pratica as SENSE 1 e 2 tem 205gr e estas SENSE 6 235gr pesadas em balança. Este aumento de peso advém de um reforço nos materiais e uma muito melhor qualidade geral da sapatilha. Ainda se mantém como dos modelos mais leves à venda no mercado para correr mas agora com uma melhor resistência ao desgaste e com um pouco mais de conforto.

preview_sense02.jpg

preview_sense04.jpg



De resto as características gerais como o quicklace e a meia interior que envolve o pé quase completamente e dá uma sensação de união única entre a sapatilha e o pé, ficando quase como uma extensão do nosso corpo tal a maneira como se molda e agarra o pé.

preview_sense03.jpg

( o lineup dos modelos 2, 3, 4, 5 e as 6 )


Vamos fazer km's para a serra e daqui a umas semanas dou feedback das mesmas.
Não deixo de ter um sorriso malandro de cada vez que olho para elas :)

 

 ( video de apresentação )

 

 

 

 Bons treinos :)

 

 

 

 

 

 

Preview : Suunto Spartan Sport

Suunto Spartan Sport

 

Nos últimos quase 6 anos sempre usei Garmin e habituei-me aos menus, site e manias que eles têm. Vai ser interessante aprender a utilizar uma metodologia diferente enquanto analiso o relógio. Agora tenho a oportunidade de testar um Suunto Spartan Sport em azul e ao fim de 3 dias já começo a ter alguns opiniões sobre o GPS.

Em termos de aspecto, é brutal de todos os angulos com que se olhe. A concorrencia não tem nada semelhante em termos de linhas e ergonomia. É mesmo lindo o relogio e eu não costumo ligar muito ao aspecto dos materiais, desde que façam aquilo que eu preciso que façam.


O ecra tactil é um plus gigantesco em muitas situações e possibilita editar muitas opções directamente no GPS. A navegação num GPS de topo com 4 ou 5 botões é facil e intuitiva, mas em muitos casos ser no proprio ecra facilita bastante.

Depois de um lançamento um pouco atribulado no final de 2016, a versão Spartan que é o topo de gama da Suunto para disciplinas de multidesporto, corrida, ciclismo, natação, etc, etc veio tentar reacender a luta com o velho rival que se bem que nas primeiras interações andava ela por ela, na anterior geração perderam muito terreno.
Dai a aposta com todas as fichas da Suunto neste lançamento. A Suunto tem-se desmultiplicado em constantes actualizações de firmware para que o Spartan possa ser usufruido na sua plenitude e como seria expectável desde o dia do seu lançamento.

 

 



Nas proximas semanas vou usar em corrida, trail e ciclismo, vou analisar o que se pode fazer no relogio e no site ( muitas das funções de parametrização só podem ser feitos no site até agora ), a facilidade de utilização, facilidade de leitura dos dados durante e após os treinos e a fiabilidade dos mesmo.

Num primeiro contacto estou a gostar e as recentes descidas de preço feitos na gama Spartan vai potenciar a sua democratização no seio dos atletas. Esta é a versão mais acessivel da gama Spartan e deverá ser o maior cavalo de batalha nas vendas totais.

Daqui a poucas semanas dou novidades mas para já vejam estas fotos e o video de apresentação.

 

Bons treinos :)

 

Não me apetece correr. E agora ?

12909694_1307140352711480_2507563941426948550_o

Comecei a correr há 5 anos e meio para perder peso. Como muita gente começou.
O bichinho entrou e em 12 meses já tinha feito algumas meia-maratonas e a primeira Maratona, a grande Maratona de Madrid que ficou na memoria para sempre. Como passei a maior parte da minha vida a praticar desporto, foi uma adaptação rápida e pragmática.
No final do ano passado comecei a abrandar nos treinos e em 2016 estou mesmo a não querer correr. Tenho andado a fazer muitos menos km do que nos últimos anos. Em 2016 já levo menos 1.150km do que em 2014 !!! olhando ao histórico, é preciso ir a 2012 quando comecei a correr e a contabilizar os km's para apanhar um ano com menos km's percorridos desde o inicio do ano até final Outubro.
São fases dizem alguns. Altos e baixos, é preciso descansar dizem outros.
Certo, mas não tenho mesmo vontade de correr. Tenho saudades das sensações que tinha no meio da montanha, mas não sei porque o chamamento para ir treinar ou correr quase que desapareceu.

 

Review: Merrell ALL OUT CRUSH LIGHT

merrel_review_0

 

O mercado das sapatilhas para Trail ultra leves e rápidas é dominado pelas Salomon Sense Ultra há alguns anos. Muitas marcas tentaram copiar o lider do mercado e falharam. Apesar deste modelo da Merrell não tentar fazer isso directamente, algumas das caracteristicas, como o peso super reduzido, colocam-nas em posição de comparação directa.
Vamos ver como se comportaram ao longo destes últimos meses nos meus pés de elefante :)

Podem ver a preview feita em Abril aqui 

 

 

Correr nas férias ?

agosto_00

 

Para a maior parte das pessoas, férias é apanhar sol, comer e serem directores na empresa Dolce Fare niente.
Para outros, é uma oportunidade de conhecer sitios maravilhosos que temos por este pais fora.

agosto_15

 

Na semana do feriado de 15 de Agosto eu e a Liliana fomos passar 4 dias junto à barragem do Cabril em Pedrogão Pequeno e dar umas pequenas voltinhas matinais pelos arredores do Hotel.
Ficamos hospedados no HOTEL DA MONTANHA e aqui ficam algumas fotos das nossas voltas.

agosto_01

agosto_02

agosto_04

 

Levantavamo-nos pelas 8 da manha ( estavamos de férias e nada de treinos ás 6 !!! ), iamos tomar o pequeno-almoço e pouco depois das 9 arrancavamos para uma voltinha de 9 a 11km pelos arredores.

agosto_03

agosto_04b

agosto_05

agosto_06

agosto_08

 

Depois do treino, uma horinha de piscina ( interior e/ou exterior ) para recuperar antes do almoço.

 

agosto_09

agosto_10

 

Depois passeio da parte da tarde pelas praias fluviais e algumas aldeias de Xisto.

 

 

 

agosto_014

 

agosto_13

 

agosto_12

 

agosto_11

 

É uma maneira de fazer férias, aproveitando algum descanso e ao mesmo tempo corremos por sitios que não conhecemos.

 

agosto_16

 

Agora precisamos de umas férias das férias :) :) :)

O lado perigoso de correr

marathon-1Dia 7 de abril é dia mundial da Saúde. Todas as revistas, jornais, blogues, etc., vão tentar apelar a um estilo de vida mais saudável, com mais exercício e melhor alimentação. E nós somos apologistas do mesmo.


Mas hoje gostaria de falar de um outro ponto de vista. Para aqueles que começaram a correr há dois, três ou cinco anos, por exemplo, ou mesmo aqueles que começaram há meses, estão a cuidar do vosso corpo correctamente?

A prática de desporto (que é diferente de ser atleta) é salutar desde que seja feito dentro do bom senso e de alguns limites biomecânicos do organismo. Não existe qualquer atleta de alto rendimento ou de alta competição que não crie mazelas no corpo, seja internas ou externas. Isto porque fazer exercício físico tem consequencias. E em excesso, ou intensidades elevadas, é a receita certa para estarmos a castigar o nosso corpo.

Não-tenho-culpa-de-ser-gorda-é-a-genética

(Não percebo porque não consigo emagrecer depois daqueles cinco minutos diários de step)


Meia Maratona, e agora?
Muita gente que começou a correr recentemente, vai pela "moda" ou pela pressão social procurar metas mais elevadas, sem que coloque em primeiro plano o que efectivamente quer. Vê-se muita gente a fazer Meias Maratonas em três horas ou mais, por exemplo, (com maus vícios de treinos, muito má alimentação, sem preparação mental, sem plano de corrida), e mal acaba começam logo os elogios no Facebook "és o(a) maior","és um exemplo para todos","já ganhaste a todos os que ficaram no sofá","queria ter a tua força de vontade","máquina!!!".

E todo o sofrimento que passou durante 3 horas? E todo o mal que fez ao corpo, aos músculos, tendões, órgãos internos? Boa parte dessas pessoas são pessoas com excesso de peso ou com vida extremamente sedentária.

 

Já nem vou falar da recente moda do trail onde o que interessa é a superação interna... Nem que seja preciso seis horas para fazer um trail de 25km. Que impactos aquelas seis horas vão ter no corpo?

DSC00284

(Um dos impactos em fazer corrida com excesso de peso ou sem preparação)

 

Ganha-se o quê com este tipo de provação? Conseguem correr um pouco mais rápidos do que muitos caminham para o trabalho? Sinceramente! Já pensaram no mal a curto e longo prazo que estão a fazer ao corpo ao aventurarem-se em empreitadas que são muito acima do que deveriam fazer com essa condição física?


Fator psicológico:
Será que esta bajulação pela mediocridade humana é a melhor solução que temos para oferecer para quem procura melhor saúde, e um melhor estilo de vida? Não se deveria primeiro começar por cada um tentar aperceber-se do que está mal na sua vida e se quer MESMO mudar, tentar procurar onde o fazer, com tempo, plano e por etapas?

Começar a correr hoje e daqui a um mês estar a fazer treinos de 15 km é de loucos para 99% das pessoas sedentárias. Começar a correr provas de 21 ou 42 km com mais de 100 kg para estaturas normais, é de loucos.


Comece-se a trabalhar a mente primeiro. Porque não fazer evoluir a força de vontade para comer menos, por exemplo, se o problema for excesso de peso? Ou arranjar rotinas criativas mas regulares para os treinos, a fim de deixar o corpo aprender com o aumento de esforço, absorver tudo o que é novo e que vamos passando?


Aumentar a distância e/ou a intensidade dos treinos/provas de uma maneira calma e pensada é das melhores coisas que podemos fazer para ter saúde.

 

Ser atleta:
Hoje em dia, com este boom enorme da corrida, toda a gente é atleta! Ser atleta (em qualquer desporto) implica, disciplina, treino constante, alguns sacrifícios sociais e pessoais e muito suor e "sangue". Ser atleta não é treinar 1 vez por semana ou 2 vezes por mês no nosso treino social da colectividade durante 45 minutos. Praticar desporto como actividade recreativa e de melhoria de condição fisica não é ser atleta!

Mas todos pensamos que porque fazemos actividade física, já o somos! "Boa, saíste do sofá. Estás um atleta!!!".

Depois vemos o rácio entre corredores regulares e atletas "profissionais" de alto rendimento a cair a pique. Claro, quase toda a gente pensa que ser atleta é ir arrastar-se para uma prova. E depois ao longo dos anos vai-se alternando a realidade do que é ser atleta e do que é ser saudável. Muita gente esquece que prova = competição. Ponto!

 

Quem quer ir treinar ou fazer uma corrida social, pode fazê-lo todos os dias e a qualquer hora. As provas são o lugar supremo para as pessoas se compararem umas às outras. É por isso que foram criadas já há muito tempo.

 

Quem as usa para passear deveria mudar de mentalidade rapidamente. Uma coisa é treinar para um evento maior, onde estamos a dar o nosso melhor naquela altura. Outra é ir tirar fotos a quase tudo o que se apanha pelo caminho e acabar junto aos vassouras a rir e a divertir-se como se fosse uma coisa natural.

 

Dai se calhar que a Horizontes (organizadora de várias provas em Portugal) tenha razão ao querer criar o movimento do "maraturismo". "Vamos fazer uma maratona mas é na brincadeira. Seu malandros a pensar que vamos correr..."

12190132_1226176264141223_2959421784582452415_n

(Isto é diversão enquanto corremos pelo simples gozo )

 

kilian-jornet-trail-running

(Isto é competição. Seja que condição tivermos, é para deixar o suor)


O longo prazo:

Comecei a correr fez há três dias atrás cinco anos. Neste tempo evolui imenso na minha preparação, perdi cerca de 20/22kg conforme o mês e cometi muitos, mas muitos erros de estratégia e esforço. Mas aprendi muito com esses mesmos erros e agora consigo treinar um pouco melhor e ter um pouco de melhor condição física e mental.

No entanto olho com pesar para muitos dos que conheci nessa altura quando entrei no mundo dos loucos da corrida e vejo que agora passam mais tempo aleijados do que a fazer aquilo que gostam. Excesso de treino, falta de descanso, falta de recuperação activa, falta de nutrientes correctos porque queriam perder peso rapidamente, de tudo um pouco. E penso que cada um de vocês conhece alguém nestas circunstâncias.

Neste dia mundial da Saúde, o que vos peço é que reflictam e pensem se efectivamente o que estão a fazer é a melhor opção para a vossa saúde: física e mental. Nem sempre andar com o nosso corpo no "redline" é sinonimo de ter saúde. Pelo menos no longo prazo.

Não se esqueçam de ter prazer naquilo que fazem e pensar que o gostariam de fazer até serem velhinhos. Vá, pelo menos até à idade da Lili Caneças que já não será fácil passar dos 100 anos e mantermo-nos activos...

 

Vão correr, divirtam-se nos treinos dentro do que cada um de vós consegue fazer. E riam muito enquanto o fazem. Depois quando forem para a competição, mudem o chip! Mas isso já são outros 500's...

 

Bons treinos. 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D