Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Já conhecem a Overstim.s?

IMG_20180514_190248.jpg

 Aproveitando que recomecei a treinar para algumas provas de trail para breve, aproveitei este momento para experimentar uma marca de suplementos que ainda não conhecia - a Overstim.s

Como adoro experimentar novas formulações (não sou nada neofóbica), aceitei o desafio e dando a minha opinião como consumidora e nutricionista.

Antes de começar a dar a minha opinião, gostaria de dizer que: somos todos diferentes e temos organismos que reagem de formas diferentes; devemos experimentar vários suplementos até chegarmos ao que mais gostamos e com os quais nos damos bem. Por isso, vou dar a minha opinião em relação ao que senti durante os treinos.

Como experimentei vários produtos, vou dividir este artigo em dois. 

 

Géis e bebida isotónica

IMG_20180514_190740.jpg

 Gel Energix - gel endurance

  Segundo a marca, é um gel adaptado a atividades de endurance. Sinceramente, ainda não descobri o porquê, pois trata-se de um gel com apenas 3,5g de açúcares (relativamente reduzido tendo em conta as marcas mais consumidas) e tem pouco sódio (é importante que os géis tenham algum sódio para evitar a desidratação se for usado como único suplemento). 

Um dos pontos positivos é o facto de ter um sabor muito agradável (neste caso a frutos do bosque; têm 6 à escolha) e uma viscosidade muito ligeira. Tal como outros produtos da marca, é gluten free.

A minha recomendação é para ser usado em treinos ou provas mais curtos e com uma intensidade ligeira.

IMG_20180514_190656.jpg

Gel Antioxydant

Este gel tem uma consistência muito parecida com o anterior e o sabor a limão é muito bom, refrescante. Tem 6g de açúcares e, a própria marca, recomenda a ingestão de um gel a cada 45 a 60 minutos com 2 ou 3 "golinhos de água". Como ponto forte destaco a presença de vitaminas B6 e B1, que têm um papel importante na melhoria da utilização da energia durante o esforço. A presença de antioxidantes é muito discreta.

Também contém magnésio, zinco e cálcio em pouca quantidade, mas que podem ser importantes durante o treino ou prova.

 

IMG_20180514_190918.jpg

Hydrixir Antioxidant  

 Até agora, é o meu favorito! O sabor que experimentei é muito suave e fácil de beber. Experimentei com água à temperatura ambiente, mas fresco deve ficar ainda melhor. É o isotónico principal da marca e fornece 20g de açúcares por 42g de produto (dá para 600ml de bebida reconstruída).

Comparando com uma marca bem conhecida, até mesmo pelos membros da nossa running crew, destaco o valor de magnésio (174 mg em 600 ml de bebida) que pode ser uma grande ajuda para potenciar a força de contração muscular nos momentos mais duros das provas (subidas e descidas acentuadas).

Tal como acontecia com os géis (e acontece com os outros produtos da marca), são dados conselhos de como deve ser tomado o suplemento. Neste caso, dão um conselho importante: "beber desde o princípio da prova e um ou dois "golos" a cada 5 ou 10 minutos. Não esperar ter sede para beber o primeiro "golo" da bebida porque a desidratação pode vir de repente".

A presença de vitaminas antioxidantes (E e C) e B6, melhoram a utilização energética e podem reduzir a sensação de fadiga.  

Tanto neste como nos outros produtos que analisei, confesso que sinto a falta dum ingrediente que gosto muito: cafeína! Tendo em conta a minha experiência pessoal e profissional, a presença de cafeína pode ser o factor X para nos dar o "boost" que precisamos até chegarmos à meta.

 

E assim fecho o capítulo dos géis e bebida isotónica! Em breve publico a minha opinião sobre os outros produtos que testei. Fiquem atentos e, se já experimentaram estes produtos, partilhem a vossa opinião nos comentários.

 

Boas corridas!

Ana Sofia Guerra - Nutricionista 

 

Tailwind: revolução da alimentação durante as provas de endurance?

 Tailwind é uma marca de alimentação para provas de endurance, nascida nos estados unidos e fundada por Jeff e Jenny.

20150923Tailwind_MO_PackM-1024x644.jpg

 

 

Jeff era um ultra maratonista que se debatia com os problemas que todos nos debatemos durante uma prova de endurance: a alimentação durante uma prova longa, o que comer, os picos de açúcar criados pelos géis e por aí fora. Então depois de ter completado Leadville pensou em dar a volta, pois sofreu bastante com isso. Em casa começou a testar várias fórmulas e fez vários testes nele próprio até que chegou à fórmula “certa”.

jeffandjennypic.jpg

Este produto promete eliminar o efeito “bajon” (pico de açúcar e queda de performance), substitui os géis, barras, e isotónico, pois esta tudo numa simples dose com 500ml de agua.

Tem todas necessidades calóricas, de hidratação e de eletrólitos numa só dose e promete não “sujar os softs ou bidons", pois dissolve-se bastante bem na água deixando o recipiente “limpo”.

14680664_1146568748760760_6719582169429673079_n.jp

 

 

 

Muitas marcas de nutrição desportiva utilizam hidratos de absorção lenta anunciando que, ao demorarem mais tempo a serem absorvidos, conseguem evitar os picos de energia.Tailwind utiliza apenas hidratos de rápida absorção (glucose e sacarose) na proporção ideal que permite máximizar a absorção ao ritmo de 90 g/h.

Como podes ver na imagem, há dois mecanismos distintos: um que processa glucose e outro que processa frutose. Estes mecanismos funcionam em paralelo, mas a ritmos bem diferentes.

Contém dois tipos de hidratos, mas não em proporções idênticas. Tem mais glucose e menos frutose precisamente na proporção em que o nosso corpo é capaz de os processar.

Desta forma, estamos a aproveitar 100% da capacidade do nosso corpo em transformar hidratos em energia, sem sobrecarregar nenhum dos canais.

l46CCfHTG7tuuLMVa.gif

 

Promete ser gentil no estômago (como já tinha dito) devido a fácil absorção. A combinação dos nutrientes energéticos, eletrólitos e água tem um efeito sinérgico permitindo ao corpo tirar melhor proveito de todos os seus componentes. Uma vez na corrente sanguínea, a glucose de Tailwind alimenta os músculos diretamente, permitindo assim aos atletas aguentar mais tempo e em intensidades mais elevadas.

 

Multiserving Group.jpg

 

 

Ahhh outra coisa: para quem é vegan ou vegetariano, ou como que eu que tento comer o mais simples possível nas provas, este produto é natural e aprovado para vegan. Em Portugal, já há vários atletas que usam, no campo dos vegetarianos a Tuxa e Nuno Maia, na elite temos o Tiago Aires e em Espanha o craque Jordi Gamito. Agora vêm os testes e vamos ver o que acho disto. Será que é agora que vou largar os géis, barras e cápsulas de sal nas provas longas? (pois já não bebia isotónicos)

 

Tailwind e vendida em portugal no site:

https://www.tailwindnutrition.pt/

 

Suplementos Alimentares: qual o suplemento alimentar ideal para mim?

 

d9f210_97ce5a0795434c2bb6b6d751ca74ebca-mv2.jpg

 

No mês passado publiquei um artigo que explicava a necessidade (ou não) de tomarmos suplementos alimentares no dia-a-dia. Tal como referi, quando não conseguimos suplementar alguns nutrientes através da nossa alimentação ou quando temos um consumo mais elevado de determinados nutrientes, a suplementação torna-se necessária. É o que acontece com os corredores de médias e longas distâncias, em que o consumo de energia e de outros nutrientes é tão elevado que há a necessidade de tomar alguns suplementos. De seguida, apresento um breve resumo dos suplementos mais utilizados pelo corredores em treinos e em provas e qual a sua função.

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D