Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

"Estou com os pés todos #%didos!" - Dez dicas para que não digas mais isto.

Os pés são uma parte fantástica do nosso corpo devido à sua complexidade, se pensarem bem nos mais diversos de movimentos que conseguimos fazer com eles, talvez tenham uma noção o que quero dizer.

 

pes1.jpg

 

O nosso pé composto por 26 ossos, tendões, músculos, ligamentos, arterias, entre outros, sendo que a sua função primária é nos dar condições para sustentar o corpo, para caminhar, saltar, correr, etc... Basicamente todos os movimentos que estejam relacionados com o equilíbrio o pé está envolvido, daí ser da máxima importância que cuidemos bem deles, principalmente nós que os usamos de uma forma mais "viva".

 

Deixo seguir uma lista de dez dicas de cuidados com os pés:

 

1. Sapatilhas adequadas

Correr com o calçado adequado para a nossa morfologia e de acordo com a actividade que estamos a desempenhar é fundamental para não termos desconforto nos pés e isso não progredir e resultar em lesões, pois são as sapatilhas que nos vão ajudar e muito na absorção do impacto.

Façam o teste da passada, invistam algum tempo a pesquisar ou procurem alguém com mais experiência para vos aconselhar e leiam o que o Tiago escreveu neste magnifico post, pois acredito que vai ajudar. Fora da actividade física, devem devem importar esta boa prática.

 

pes2.jpg

 

 

2. Meias

Por vezes são negligênciadas, mas um bom para de meias é quase tão importante como as sapatilhas, por sorte são mais baratas o que possibilita que exprimentemos mais modelos e marcas até encontramos a que funciona bem connosco. Elas são uma das principais aliadas para evitar o aparecimento de bolhas, mas devem prestar atenção à sua composição, devem ser leves, de preferência sem costuras e de material que não absorva muita água, para promover a transpiração, por isso atenção ao algodão.

 

3. Unhas

Unhas grandes e compridas são para as meninas da Ribeira do Sado, as unhas de um corredor devem sempre estar bem aparadas para que não toquem na zona frontal da sapatilha, mas ao mesmo tempo, não muito curtas de forma a que não se cravem no dedo do pé ao fazer pressão sobre este.

 

4. Hidratar os pés

Manter a elasticidade da pele na zona dos pés é essencial, para evitar o aparecimento dos calos, gretas e bolhas durante a actividade física. Aplicar um diariamenete creme hidratante, próprio para pés, resolve facilmente esta situação e rtambém é uma boa pratica reforçar esta aplicação antes de ir treinar.

 

pes3.jpg

 

5. Relaxamento

Correr provoca bastante stress na zona dos pés, pois é a primeira parte do nosso corpo a "levar com a pancada". É uma boa prática após uma actividade física mais intensa ou uma vez por semana, colocar basicamente os pés a " marinar". Encham um recipiente com água morna e temperada com sal, isto vai promover uma melhor circulação sanguínea e relaxar os pés. Sugestão, para activar ainda mais a sensação de relaxamento coloquem um pouco essência de lavanda na água e uma pedras redondas tipo aquário no fundo e brinquem com elas enquanto relaxam.

 

6. Massagem terapêutica

Muitas vezes só nos lembramos delas quando temos uma lesão, contudo e acima de tudo elas devem ser usadas como prevenção. Fazer uma massagem terapêutica regularmente vai permitir que tudo esteja no sitio certo.

Sim, as massagens custam dinheiro, mas como prevenção podem usar uma bola de ténis ou um rolo da massa e rolar a planta do pé neste objectos, no YouTube encontram vários exemplos que podem seguir.

 

7. Gelo

Treinos mais longos ou mais puxados, podem provocar um certo inchaço nos pés e sensação de quente, um boa forma de colmatar estes sintomas rapidamente é mergulhar os pés em gelo ou água bem fria, para além de diminuir o pico de inflamação contribui para uma sensação de bem estar imediato.

 

pes4.jpg

 

8. Fortalecer

Como já referi acima, os pés tem um papel predominante na corrida, logo os seus musculos devem estar bem fortalecidos para um melhor desempenho. Como? Deixo aqui umas sugestões de exercicios.

Andar em bicos de pé: Um exercicicio que pode ser feito com toda a facilidade em casa.

Apanha o lápis: Colocar um lápis no chão e tentar apanha-lo com os dedos dos pés;

Puxar uma toalha: Com um conceito semelhante ao do lápis, colocar uma toalha no chão e começar a puxa-la para debaixo da planta do pé com os dedos;

Andar sobre os extremos: É basicamente andar muito de devagar e com movimento muito prenunciados, atacando o solo com o calcanhar depois ir desenrolando até aos bicos dos pés;

 

9. Fungos e Bactérias

Seja nas unhas, entre os dedos, os fungos são sempre indesejáveis mas para quem pratica desporto, pelo menos uma vez já nos deparamos com eles. O procedimento para prevenir passa por lavar os pés diariamente com um sabão anti bacteriano, isto vai prevenir o aparecimento de bactérias e evitar aquele "cheirinho bom" proveniente dos pés. Para além disso as sapatilhas deve ser desinfectadas no seu interior com um spray higienizante.

Caso queiram ser mais rigidos no aparecimento de fungos devem usar um spray antifúngico aos primeiro sinais de comichão.

 

10. O mais importante

Revisitar esta lista com regularidade, se me perguntarem se cumpro estes passos todos, obvio que não, por isso estou a escrever este post quase como um recordatório do que tenho também eu de fazer.

 

Boas corridas e cuidem dos vossos pés.

Como escolher o calçado de corrida

pile-of-running-shoes-01.jpg

 

 

Ouvimos muitas vezes que a corrida é o desporto mais democrático e barato que podemos fazer. Mas porquê? Está ao alcance de praticamente todos. Basta adaptar o ritmo e intensidade, e para começar só precisamos de vontade férrea, os primeiros treinos custam muito, 1 t’shirt, uns calções e umas sapatilhas. Mas cuidado com estas últimas pois não devem ser umas sapatilhas quaisquer.

 

A escolha da sapatilha deve ser um processo individual, pois temos características distintas e não existe nenhuma fórmula ou calçado mágico. Temos que adaptar as nossas escolhas à nossa individualidade. A sapatilha xpto do nosso amigo poderá não ser a mais correta para nós. Temos também que ter em consideração o uso que pretendemos dar ao calçado: estrada ou trilhos, treinos longos ou curtos, rápidos ou lentos.

 

Os vossos sapatos são o vosso principal parceiro de treinos e acompanham-vos em todas as vossas aventuras ajudando ou prejudicando o vosso sucesso. Muitas vezes as sapatilhas são consideradas culpadas de uma má prestação, muitos corredores culpam mais depressa as suas sapatilhas do que a falta de treino para um mau resultado.

 

Com o mercado de running em crescimento, as opções para o consumidor aumentam e com isso também alguma confusão na hora de escolher o calçado mais apropriado.

BV_PUMA_CNC_65.JPG

 

 

4 fatores importantes na hora de escolher o correto calçado

 

1 - Uso pretendido

 

O que pretendemos fazer com as nossas sapatilhas? Os modelos são desenhados e construídos para diversos tipos de corredores e com diferentes propósitos. Queremos um modelo para estrada ou trilhos? Utilização intensa ou moderada? É importante definir bem o uso que iremos dar às sapatilhas.

 

2 - Biomecânica

 

Este é talvez um dos fatores mais importantes e igualmente um dos mais controversos. Avaliar o nosso tipo de passada e comprar de acordo com essas características. Essa avaliação deverá ser efetuada por alguém externo através da observação ou do uso de equipamento próprio para avaliar essa componente, o famoso teste da passada.  Podemos em alternativa filmar-nos com o telemóvel enquanto corremos para analisar a passada, ainda poupamos uns trocos. A nossa biomecânica influenciará na hora de selecionar um modelo com mais ou menos estabilidade.

 
3 - Características do Pé

 

É importante conhecer as características dos nossos pés: tipo de arco plantar, largura do pé, formas peculiares, existência de calos ou afins, lesões antigas e necessidade de uso de palmilhas próprias são fatores importantes. Um corredor com um arco plantar alto necessitará de um maior nível de suporte do que outro com um pé plano. De igual forma, alguém com um pé largo sentir-se-á mais comodo numa sapatilha mais larga. Se existirem deformidades no pé temos também que as ter em consideração na altura de escolher o modelo mais acertado. Para nos ajudar nesta escolha devemos ter em consideração os modelos que já usámos e a experiência que temos com determinadas sapatilhas. Se, a título de exemplo, um determinado modelo vos causa desconforto ou lesões a nível do pé, deverão eliminar esse modelo de futuras opções de escolha. Por outro lado, se tem a versão 5 ou 6 de determinado modelo e dão-se bem com ele deverão ter esse aspeto em consideração.

 

formato_pes.jpg

4 - Ajuste e Conforto

 

Avalie os vários atributos de cada sapatilha, comprimento, largura, altura da sola, drop, espaço nos dedos do pé e região do calcanhar. Anda um pouco com eles para avaliar o nível de conforto. Ao experimentar sinta o amortecimento, o peso e a transição da passada. Gostou de todos estes pormenores? Então deverá ser um modelo indicado.

 

Já se sentem mais preparados para comprar as vossas sapatilhas de corrida?

 

Uma das causas mais comuns do surgimento de dor ou lesões entre corredores é o uso de calçado desadequado. Ao ter cuidado na escolha da sapatilha estamos a diminuir o risco do aparecimento de dor ou lesões, e nesse sentido este é um processo essencial ao qual deveremos dar extrema relevância.  

   

Tenham em atenção os 4 fatores já mencionados e sigam estas dicas na altura de escolher a sapatilha mais adequada para vocês:

 

  • Experimentem e sintam se o modelo está ajustado ao vosso pé e se se sentem confortáveis. Se a resposta for não, opte por outro modelo;

 

  • Tenham a certeza que os sapatos estão confortáveis desde o primeiro momento e não o magoam em lado nenhum;

 

  • Dêm espaço suficiente para que os dedos do pé se mexam à vontade. Não comprem sapatilhas apertadas, o normal é elas não alargarem com o uso e, para além disso, o pé tende a inchar durante a prática de corrida;

 

  • Não comprem as sapatilhas com pressa, é preciso tempo para experimentar vários modelos. Calcem as sapatilhas na loja e veja como se sentem;

 

  • Procurem ajuda de alguém especializado e com experiência, se levarem um amigo corredor ainda melhor;

 

  • Antes de sair de casa vejam os seus sapatos velhos para analisar quais as zonas mais gastas;

 

  • Se usarem palmilhas ou algum tipo específico de meias, levem-as convosco para experimentar com as sapatilhas;

 

  • Experimentem várias marcas e modelos. Existem cada vez mais opções no nosso mercado;

 

  • Os pés aumentam com a idade, por isso meçam o vosso pé antes de comprar um novo par de sapatos. Devem medir os 2 pés, visto que os tamanhos podem ser ligeiramente distintos. Comprem sempre modelos de acordo com o tamanho do vosso maior pé;

 

  • Experimentem e comprem os sapatos de desporto de tarde, por norma os pés estão um pouco inchados, o mesmo acontece quando corre;

 

  • O tamanho difere entre fabricantes e marcas, por isso o tamanho pode não ser o mesmo em todas as marcas, tenha isso em atenção;

 

  • O calcanhar deve estar bem ajustado e não deve andar solto;

 

  • Estejam preparados para investir, as sapatilhas de corrida não são eternas e devem ser substituídas. Por vezes o barato sai caro. A durabilidade dos modelos varia entre os 500 e os 800km.

 

A escolha acertada da sapatilha é o primeiro passo para o sucesso da sua aventura nas corridas, por isso escolham bem o vosso principal parceiro de treinos e...Run Happy. 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D