Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

O meu top 3 de corridas em Lisboa

13173667_1013512748730056_6760577425683283951_n.jp

 

No domingo passado descobri uma corrida que claramente faria parte do meu top 3 de provas em Lisboa. Foi a Corrida dos Pupilos do Exército que adorei pelo seu percurso e ambiente. Foi então e também porque algumas pessoas me têm vindo a perguntar, que decidi partilhar aqui as minhas três provas preferidas em Lisboa. São provas de cerca de 10km que se realizam na área da Grande Lisboa. Relembro que esta é o meu Top 3 pessoal e pode não ir ao encontro das preferências dos restantes elementos do Correr na Cidade.

 

Este é o meu top 3 de provas em Lisboa (a ordem é irrelevante):

 

13173094_1286138938081946_6278773409183481254_o.jp

 

Corrida Pupilos do Exército e Corrida Avenidas Novas

(esta prova foi a junção de duas, a primeira este ano na sua IV edição e a segunda na III)

Site: http://www.corridapean.pt/

Distância: 3, 5 ou 10 km

Ganho de elevação: 174m

Ponto de partida: Parque Eduardo VII, Lisboa

Custo da Inscrição na primeira fase: 8€ para as provas dos 5 e 10 Kms e de 5€ para a prova dos 3 Kms

Número de participantes: 600

Mês de realização: Maio

Edição: IV

Opinião: Fui convidada a participar nesta prova pela Multiopticas, um dos patrocinadores desta corrida. Já tinha ouvido falar com a corrida mas sinceramente nunca pesquisei sobre o seu percurso. Aceitei o convite de bom grado e no domingo de manhã dirigi-me ao cimo do Parque Eduardo VII, junto à bandeira. Adorei a prova pelo seu ambiente acolhedor. Como tem poucos participantes, gerou-se um ambiente muito familiar e intimista. O que mais gostei foi o percurso (vejam no meu Strava), não circular, pois terminou na 1ª seção dos Pupilos do Exército na Radial de Benfica. O percurso passa pelo Corredor Verde e Monsanto, tornando-se muito diversificado. No Parque Florestal Monsanto, passamos por trilhos e estradões, algumas subidas e partes planas. Os últimos dois kms são mais duros psicologicamente, pois saímos da floresta e corremos pela ciclovia “Lisboa Cidade” junto a estrada. A prova tinha 3 abastecimentos de água e águas e maças no final. A prova apoia a Associação Jorge Pina e Escola de Atletismo Adaptado. Esta Escola foi pensada por Jorge Pina para dar formação desportiva gratuita na área do Atletismo a qualquer criança ou jovem com necessidades de saúde especiais.

 

PS. Nesta prova fiz segundo lugar no meu escalão. Infelizmente não fui ao pódio porque estava inscrita como homem e nem sabia que tinha ficado em segundo. Só descobri depois e a organização tratou de corrigir os resultados e enviar a medalha :) Realmente é chato ter um nome holandês em Portugal eheheh.

 

MUT Lx.jpeg

 

Urban Trail Lisboa

Site: http://www.urbantrail.pt/

Distância: 10km e caminhda

Ganho de elevação: 330m

Ponto de Partida: Praça do Comércio

Custo da Inscrição na primeira fase: 13€ equipa s/frontal, 14,90€ individual s/frontal, 15€ equipa c/frontal, 17€ individual c/frontal

Número de participantes: 8000

Mês de realização: Setembro

Edição: IV

Opinião: Embora só tivesse participado na edição de 2014 nesta prova, é uma das minhas preferidas de Lisboa. A prova também decorre em Sintra, Leiria, Porto e Coimbra, sendo que em Sintra já participei duas vezes. Esta prova é perfeita para quem gosta de trilhos. Trilhos urbanos, neste caso, tal como o nome da prova indica. A prova decorre à noite e os participantes, com uma luz frontal na cabeça, sobem e descem por alguns dos bairros mais emblemáticos de Lisboa: Mouraria, Alfama, Bica e Bairro Alto. É uma prova dura, muito divertida e bem diferente das muitas provas planas que a Cidade acolhe a cada fim-de-semana.

 

Corrida do Tejo.jpeg

 

Corrida do Tejo

Site: http://www.corridadotejo.com

Distância: 10km

Ganho de elevação: 82m

Ponto de partida: Algés

Custo da Inscrição na primeira fase: 10€ para as 1000 primeiras inscrições

Número de participantes: 10 000

Mês de realização: Setembro

Edição: 36ª

Opinião: Esta corrida tem um lugar especial no meu coração, pois foi a minha primeira prova em Portugal. O percurso começa em Algés e termina em Carcavelos, ao longo da marginal (afirma-se que gosto de provas que não sejam circulares). A Corrida do Tejo é uma prova muito bem organizada tendo em conta o enorme número de participantes que tem. Normalmente gosto de provas mais pequeninas, mais caseiras e menos comerciais, mas esta prova tem algo especial. Tanta gente a correr junto ao rio é mágico. A prova conta com muita animação ao longo do percurso e também graças à paisagem envolvente, esta prova não é nada monótona e muito agradável.

 

E vocês? Quais são as vossas provas preferidas em Lisboa?

Vamos correr: Corrida TSF Runners 2016

TSF.jpg

As edições anteriores desta corrida típica Lisboeta decorreram em nos meses de Julho e Outubro. Este ano, a Corrida TSF Runners realizar-se-á em Maio, no dia 14, pelas 17h.

 
Esta terceira edição da TSF Runners conta também, pela primeira vez, com uma Kids Race. A Kids Race é uma corrida para os mais pequenos, dos 6 aos 12 anos, onde a diversão é a verdadeira meta. Em vez da tradicional corrida, trata-se de uma prova de divertidos obstáculos insufláveis que os participantes terão de ultrapassar para chegar ao fim.
 
A Kids Race começa pelas 15h30 e conta com duas distâncias: um percurso de 300m para os participantes dos 6 aos 9 anos e um de 600m dos 10 aos 12 anos, sendo o valor da inscrição de apenas 2€.  A partida da Kids Race será dada junto à Praça do Império, com percurso de ida e volta com obstáculos insufláveis na Praça do Império, e meta instalada no mesmo sítio da partida.
 
A prova de corrida a pé terá 2 distâncias, 10km e 5km metros compreendidos entre Pedrouços e Santos, Lisboa. A partida e chegada de ambas as provas será na emblemática Praça do Império em Belém.
 
Recomendamos esta corrida para quem quer bater o seu melhor tempo, pois a prova é muito plana, sendo bastante rápida. Depois da partida junto à Praça do Império, segue-se pela Av. Índia em direção a Algés, entrando na N6 até realizar o retorno no cruzamento com a Av. Torre de Belém (junto aos semáforos). Depois será continuar na AV. Da Índia em direção a Lisboa, passando pelo CCB, centro congressos de Lisboa, por debaixo do Viaduto de Alcântara até realizar o retorno junto ao Banco Mais na Av. 24 Junho, regressando em direção a Belém. A meta será na Praça do Império.
 
O ano passado foi assim:

  

As inscriçoes estão abertas até dia 9 de Maio e custam 8€ para a prova dos 10km e 5€ para a prova dos 5km.
 
Para mais informações, podem consultar o regulamento da prova.
 
Juntam-se a nós nesta corrida Lisboeta?

Dia 20 de setembro vamos à Corrida da Linha!

banner_cp_550.jpg

 

Dia 20 de setembro traga a sua família e amigos à Marginal de Cascais e venha participar na 8.ª edição da Corrida da Linha Cascais Médis powered by Destak. Esta é uma prova à medida de todos, na Marginal de Cascais, acompanhada de uma paisagem maravilhosa, tornando-se assim num agradável evento que visa promover a atividade física e uma vida saudável.


É de facto uma prova que promove a reunião de toda a família, pois tem uma caminhada de 3 Km que começa às 09h30 e uma corrida de10 Km que começa às 10h00, que na meta, prometem inúmeras animações para todos.

O ano passado foi assim 


Percurso

A Corrida da Linha Cascais Médis divide-se assim em dois percursos para que possa optar por aquele que melhor se adapta à sua condição física:

- Uma corrida de 10 Km, homologada pela Federação Portuguesa de Atletismo, para atletas que gostam de competição saudável e correr com o seu tempo cronometrado através de chip entre Carcavelos e Cascais. Os 10 Km, cujo tiro de partida será dado às 10h00, na N6-7, segue pela primeira rotunda que dá acesso à Rua de Itália (Carcavelos), em direcção à Marginal, depois vira à direita no sentido Lisboa-Cascais em direcção a Cascais. No semáforo da Parede, os atletas passam a ocupar a via do lado mar da Av. Marginal (Cascais-Lisboa), seguindo sempre por essa faixa, virando depois à esquerda para a Av. dos Combatentes da Grande Guerra, depois à direita para o Passeio D. Luís I onde estará instalada a meta;

- Um percurso de 3 Km para crianças e famílias que pretendem simplesmente passear ou correr a uma velocidade mais baixa, à beira-mar desfrutando de momentos de puro lazer e diversão e fazer companhia aqueles que irão competir na prova dos 10 Km. O percurso decorre entre Estoril e Cascais, na companhia dos heróis Vila Moleza e as Winx que caminharão junto das crianças proporcionando momentos de puro lazer e diversão. O percurso dos 3 Km tem partida marcada para as 09h30, próximo do Casino do Estoril, seguindo pela Av. Marginal (Cascais-Lisboa), virando depois à esquerda para a Av. dos Combatentes da Grande Guerra, depois à direita para o Passeio D. Luís I onde estará instalada a meta que coincide com a meta da prova dos 10 Km.

 


Inscrição

Se tem vontade de estar na linha, já sabe: aceite o convite da Médis, do Destak e da Câmara Municipal de Cascais e escolha até onde quer ir! A Corrida da Linha Cascais Médis tem espaço para todos! A data limite para inscrições é dia 16 de setembro mas não hesite em inscrever-se já, pois, até dia 31 de julho pode aproveitar os preços reduzidos de 10€ para a prova dos 10 Km e 7€ para a caminhada. Existe um preço especial para famílias, de 20€ / família e inclui 1 inscrição para os 10 Km e 2 inscrições para os 3 Km.

 


Passatempo 8.ª EDIÇÃO, 8 VIAGENS DUPLAS

Para celebrar a 8ª Edição da Corrida da Linha Medis, o Destak tem para oferecer 8 viagens duplas a 8 destinos à escolha! Os destinos a escolher são Madrid, Amsterdão, Londres, Milão, Paris, Roma, Barcelona e Munique.

Parece-lhe bem? É fácil habilitar-se a ganhar 1 das 8 viagens duplas! Basta escrever uma frase criativa sobre a 8ª edição da Corrida da Linha Médis powered by Destak, no formulário de inscrição on-line. Os prémios serão atribuídos às 8 melhores frases, que serão reveladas no dia da corrida, no final do evento. Mais informações no regulamento do passatempo.

Inscreva-se já e habilite-se a ganhar!

Venham correr: 2ª edição da corrida TSF Runners

percursos2.jpg

Enquanto a Primeira edição da Corrida TSF Runners decorreu em Outubro de 2013, agora, a segunda edição será já em Julho.

 

Julho? Será Julho um bom mês para provas? É pois! A prova TSF Runners é às 9h00, ou seja, se acelerarem bem, acabam a corrida antes da hora de maior calor. Uma prova em Julho pelas 9h00, uma ótima razão para acordar cedo e fazer exercício não?

 

Para nós sim, é uma ótima razão e dia 5 de Julho, pelas 9h00, estaremos na linha de partida em Belém, na Praça do Império, para percorrer 10km. Vamos correr sempre junto ao rio. A prova terá duas distâncias - 10 Km e 5 Km - compreendidos entre Pedrouços e Santos. Toda a atividade do evento irá centrar-se numa das ruas laterais à Praça do Império em Belém.

 

As inscrições já são abertas e até dia 21 de Junho são apenas 8€ para os 10km e 5€ para os 5km. Ao comprar o teu dorsal numa loja SportZone ainda tens 25% de desconto em cartão!    

 

Em 2013, o Carlos Sá foi Padrinho da Prova e a corrida teve como vencedores Bruno Fraga e Vanessa Fernandes.

 

Vejam como foi:

 

As inscrições já estão abertas. Venham correr connosco.

"Happiness is only real when shared": alegria entre amigos!

Ainda sobre a Corrida do Tejo pedimos a uma das corredoras que se juntou à nossa equipa para superar desafios, a Patrícia Mar (com a tshirt das Tartarugas Solidárias), a contar como foi. Sem filtros e com toda a liberdade, este é o seu testemunho :

Por Patrícia Mar:

 

"A Corrida do Tejo tem um significado especial para mim: foi a 1ª prova oficial que fiz, em 2012, ano em que comecei a correr. Nunca vou esquecer a alegria que senti ao cruzar a meta dos 10km pela 1ª vez! Desde então esta prova é um clássico para mim.

 

Este ano seria a 3ª vez que iria fazer a Corrida do Tejo, desta vez com o apoio da crew do Correr na Cidade, com quem tenho treinado nos últimos meses. E o que vale ter uma crew disposta a abdicar dos seus tempos numa prova, para acompanhar e motivar outros corredores?? Um luxo! E neste caso acrescento ainda a simpatia e acolhimento desta crew! É mais do que um grupo de corrida: é um grupo de amigos, descontraídos, informais e muito boa onda! Quem os conhece já não os larga!

 

Às 9h15 lá estava eu no ponto de encontro combinado em Algés, sendo recebida pela crew com a habitual simpatia. Tendo em conta que as minhas últimas semanas foram de “dolce fare niente “ (ou seja, férias sem fazer nenhum!), achei que o mais sensato seria integrar o grupo dos Sub 60, com o objectivo de fazer a prova em menos de 60 minutos (sendo a minha ideia inicial os Sub 50). Este grupo foi liderado pelo Nuno Malcata e Bo Irik, que iriam puxar por mim e pela Andreia Sousa ao longo da prova.A par deste, formou-se também o grupo dos Sub 50, liderado pelo Stefan Pequito e pelo Luís Moura, e o grupo dos 10km pela 1ª vez, liderado pela Liliana Moreira, Natália Costa e a Joana Malcata.

 

Juntei-me ao meu grupo, e lá nos dirigimos para o local da partida. 10h00: o arranque. Até ao 1º km fomos os 4, sempre ao mesmo ritmo. A partir daí, perdi o Nuno e a Andreia. Segui ao meu ritmo, sempre com a Bo por perto. Fomos em grande ritmo os primeiros 5km…depois, o calor que se fazia sentir (abençoadas garrafas de agua nos 2 abastecimentos da prova) e uma bolha no pé ditaram o meu cansaço e o abrandar do ritmo…comecei a sofrer! Durante toda a prova a Bo foi incansável, como sempre, a motivar-me, não só a mim mas a todos os que por nós passavam! Além de grande coach, a sua alegria e entusiasmo são contagiantes! Quem precisa de suplementos energéticos com a Bo por perto?? Quem a conhece sabe bem que é assim!

Sem me deixar desistir ou abrandar demasiado, sempre em grande animação e a passar por caras conhecidas destas lides das corridas, lá estávamos nós a cruzar a meta aos 56 minutos (00:56:52 tempo de chip)! Objectivo Sub 60 cumprido! Obrigada CnC, em especial à Bo e a todos os que me iam apoiando no percurso e me esperavam na meta! Ouvi muitas vozes conhecidas a darem-me força…e deram!

 

Passada a meta, foi tempo de encontrar os amigos que já lá estavam e esperar os que iam chegando.  Constatei que grande parte atingiu os seus objectivos de tempo e alguns cruzaram uma meta pela 1ª vez! 

 

Quanto à organização da Corrida do Tejo, notei algumas inovações este ano: as claques de apoio ao longo do percurso, e os chuveiros (e que bem soube!). Aspectos menos positivos a apontar: o calor, que fez sofrer tanto os corredores novatos como os mais experientes, o que revela que esta prova seria mais indicada para dias mais frescos no Outono, e a falha de fruta no final (só os primeiros a chegar é que tiveram fruta!)

 

Em suma, foi uma manhã de alegria entre amigos, e de fazer novos amigos também! De ano para ano tenho melhorado o tempo desta prova, e partilhado este dia com pessoas muito especiais na minha vida. Este ano foi ainda mais especial, rodeada de velhos e novos amigos, das corridas e não só. Para mim o melhor da corrida é esta alegria partilhada! Happiness only real when shared! E os nossos sorrisos espelham essa felicidade!"

 

 

A Lisboa que muito se teme mas muitos desconhecem...

foto cortesia do blogue PAVNESC

Convidámos a Liliana Moreira, que é presença assídua nos nossos treinos, para escrever sobre o treino “Viagem ao Oriente Esquecido” que decorreu na passada terça-feira, dia 8 de julho, e que foi guiado pelo nosso amigo João Campos. Aqui fica o seu relato:

 

por Liliana Moreira:

 

Quando vi o evento "Viagem ao Oriente esquecido" do Correr na Cidade confesso que não me passou pela cabeça o que estava para vir...

 

Só quase na véspera é que me apercebi que este treino ia ser guiado pelo João Campos e, já conhecendo um pouco a peça, vi logo que não ia ser um treino "típico" de linhas retas junto ao rio... Não! Deste menino tem de se esperar sempre qualquer coisa de diferente e neste caso foi a escolha do percurso.

 

A realidade é que quem corre na rua em ambiente urbano tipicamente corre nas zonas que conhece, ou que têm caminhos específicos para o efeito, o que faz com que naturalmente encontre mais elementos da sua "espécie" mesmo quando está a correr sozinho... Assumimos então que essas são as zonas tradicionais da corrida de rua. No entanto, este treino levar-nos-ia a outro destino...

 

Antes de nos pormos ao caminho o João muito franco sobre o que iríamos encontrar ao longo deste treino e talvez por isso gravei na memória a sua indicação final "cabeça, estômago e pernas fortes." Não sei se esta dica foi em modo inibitório para os mais medricas ou não, mas a verdade certo é que criou-se um grupo muito bem composto de cerca de 30 pessoas em Sta. Apolónia... Ah valentes!

 

Dado o gongo de partida a nossa orientação era como se fossemos para o Parque das Nações, mas rapidamente verificamos que zonas nobres nem vê-las... não esperem que identifique em que ruelas sujas andei, que fábricas abandonadas conheci ou em que bairros sociais passei porque não foi essa a informação que retive! O que os meus sentidos assimilaram ao longo desta verdadeira viagem foi o peso da palavra "esquecido".

 

Entramos numa Lisboa à parte...de lixo, dejectos, entulho, desleixo, abandono e de má fama pela violência dos seus moradores. Pessoalmente não foi um cenário que me tivesse surpreendido muito pois cresci num bairro suburbano muito semelhante a algumas zonas por onde andamos, mas o que eu não tinha a noção era que a própria Lisboa tinha bairros em condições tão degradantes!

 

Foi interessante ver um grupo tão grande, fisicamente a concentrar-se quando entravamos em alguma zona que causava mais desconforto. Senti que em certas alturas corríamos de facto em "matilha" para nos preservarmos ao desconhecido.

 

E apesar de uma boa parte do percurso andarmos em caminhos isolados, em momento algum me senti em perigo. Mas é verdade que houveram partes desconfortáveis de single tracks ladeados por entulho e dejectos (de animais?!), de becos e escadarias forradas a fuligem de pequenos incêndios... Ah! E o mítico canavial de quase 1K que nos empestou de pequenos cardos e nos fez sonhar com carraças à noite!

 

Dito assim fica-se com a ideia que de o ambiente durante o treino foi de cortar a faca... Nada disso! A verdade é que imperou a boa disposição, a curiosidade e o espírito de entreajuda quando alguém (eu!) se atrasava mais, aliado ao facto de termos feito aquilo a que nos propusemos a fazer... Correr!

Mas no meio deste deserto de fealdade encontramos alguns oásis que, esses sim, me surpreenderam... porque isto de andar praticamente no meio do lixo e de repente reagrupar em parques relvados com pontos de água a funcionar ou em pracetas bairristas de vivendas familiares, foi um miminho que o João nos deu!

 

Mas luxo mesmo, foi voltar a ver crianças a brincar na rua em pequenos grupinhos sem a trela dos pais, provavelmente a porta de casa como eu fazia quando era pequenita…luxo, foi ouvir o sino da igreja a ressoar como se estivéssemos numa pequena aldeia no meio da grande cidade....luxo, foi ninguém com quem nos cruzamos nos ter negado um "boa tarde" com um sorriso surpreendido por nos ver ali, aves raras e coloridas, a correr nos seus bairros esquecidos.

Para além da corrida em si, foi uma experiência enriquecedora, um "abre olhos" que nos ajuda a desmistificar algumas zonas de Lisboa que estão tão mal conotadas... com certeza que ali também vive gente de bem e trabalhadora mas que só não tem a sorte, ou possibilidade, de viver num local melhor.

Acredito que são as pessoas que fazem os lugares e não os lugares que fazem as pessoas.

 

Mas vá lá, não sejam ingénuos... não quero com isto dizer que vão já esta noite, sozinhos, correr para estas zonas... isso é basicamente entrar na boca do lobo!

 

O que quero dizer é que se interessem por sair da vossa zona de conforto, e sem dúvida que o Correr na Cidade o fez com a ajuda mais que reconhecida e apreciada do João Campos com um treino que de tradicional teve muito pouco.

 

Duvido que alguém se vá esquecer!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D