Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Review: Berg Jaguar II - Uma fera com sotaque Lusitano

berg4.jpg

Modelo:
Berg Jaguar II (versão 2016)
Testado por: João Gonçalves
Características pessoais: Neutro com arco plantar proeminente e 76Kg de peso
Condições de teste: Cerca de 100km percorridos nos trilhos de Monsanto, Serra de Sintra e Arrábida, percorrendo vários tipos de terreno e condições climatéricas, foram também a minha escolha para o prova do Javali Nocturno.

 

Não por falta de imaginação ou de tempo, mas começo da mesma forma que comecei o unboxing (...) A Berg Outdoor é uma empresa de origens portuguesas, criada em 2002, fortemente ligada ao espírito e aos desportos de aventura, que tenta por meio dos seus produtos gerar alguma inovação que já lhes conferiu vários prémios internacionais.

Porque a aventura começa no momento em que sais de casa… É como esta frase que a Berg se apresenta e caracteriza os seus produtos e estas Berg Jaguar são prova disso. (...)

Quanto ao review destas Jaguar e antes de passar aos detalhes, confesso que me surpreenderam pela positiva e são sem dúvida umas sapatilhas a ter em conta, especialmente para os treinos do dia-a-dia, ou para provas mais curtas. Claro que nem tudo é excelente, mas descobram-nas vocês mesmos já na continuação.

 Berg_1.jpg

DESIGN & CONSTRUÇÃO

Como já tinha referido no unboxing, estas novas Berg Jaguar não são as sapatilhas mais sexys do mundo, mesmo nada, tem um aspecto rude e pesado. Contudo considero-as mais como um "patinho feio", que com o uso vamos descobrindo a sua beleza e no final do dia estamos a falar de umas sapatilhas de Trail, não estamos a falar do sapatinho da moda para sair à noite, não têm necessariamente de ser bonitas para ser boas, pois geralmente acabam sempre tão cheias de pó e lama que nem sabem que marca são. Certo!

Em termos de construção é eficaz, utilizando materiais resistentes, a sola é MegaGrip da casa Vibram de alta qualidade, o upper é composto por mesh de nylon reforçado em TPU na biqueira, para prevenir que nos aleijemos ao pontapear algum objecto e no calcanhar para garantir um melhor reforço e estabilidade nessa região, o que lhes confere uma passada mais firme e confiante.

Possuem ainda acabamentos termoselados que confere uma uniformidade em todo o upper, para além de elementos reflectores da 3M que oferecem uma boa capacidade reflectora, elementos sempre úteis para ser visto em ambientes nocturnos ou de baixa visibilidade.

 

A língua é grande e espessa o suficente para garantir uma boa sensação de comodidade mesmo em apertos fortes nos atacadores, esta também possui uma bolsa para que coloquemos o nó no seu interior o que permite que estes não fiquem presos em algum objecto, contudo o elástico desta bolsa é muito fraco que os atacadores não ficam no seu interior durante muito tempo, tornando-se assim inútil no ponto de vista de utilização (um ponto a melhorar!)

 

13084266_1019414658134763_1175479278_n.jpg

 Berg Jaguar II ao lado das suas irmãs mais novas as Berg Lynx

 

ESTABILIDADE & ADERÊNCIA

No que se refere à estabilidade, estas Berg Jaguar pecam por não serem comercializadas em números que intermédios, isto é, a Berg apenas possui as opções de números inteiros e mesmo assim as formas utilizadas são grandes. No meu caso pessoal o número 43 fica-me largo e o 42, que calcei em loja, apertado, portanto não tendo uma opção intermédia este excesso de espaço provoca alguma estabilidade no ataque ao solo, especialmente em terrenos mais técnicos.

Confesso que experimentei usar uma palmilha mais espessa e um aperto mais firme e, mesmo assim, não consegui o resultado desejado, mas melhorou bastante, pois o suporte de calcanhar é ótimo que compensou alguma da instabilidade no peito do pé, portanto acredito que para um corredor que o número esteja "no ponto" este problema não se ponha.

No que se refere à aderência, para a sola Megragrip da Vibram, só tenho uma palavra: excelente! É talvez a melhor sola em termos de aderência que já experimentei (não estou a exagerar, é mesmo!), esta sola agarra a quase tudo mesmo com piso molhado, neste ponto, estas Jaguar levam nota elevada.

 

CONFORTO

Bem! Aqui também a falta dos meios números também se nota, contudo é uma sapatilha confortável, os acabamentos são muito bons, a língua é espessa e a boca da sapatilha tem um acabamento esponjoso que garante que o pé se sinta confortável. A parte dianteira da sapatilha é bastante larga que permite abrir os dedos dos pés sem problema garantindo conforto. A nota muito positiva para a palmilha da Ortholite de alta densidade que é bastante confortável, sim é verdade que utilizei outras palmilhas nas Jaguar como já indiquei, mas experimentei as palmilhas originais em outras sapatilhas e garanto que são óptimas.

 995325_1307148899377292_7166071218706866499_n.jpg

 

AMORTECIMENTO 

No que toca ao amortecimento. OK! Estas Jaguar não são nenhuns Hoka One One, contudo garantem um amortecimento capaz e eficaz para uma corrida confortável. O composto Eva da sola é mais de suficiente para absorver os impactos ao solo, mesmo a quando de saltos ou chamadas ao solo em piso duros.

berg 3.jpg

 

PREÇO 

Estas Berg Jaguar têm um PVP de 64,99€ na loja online da Berg que considero, não atentendo a promoções, ser um preço simpático pela sapatilha, contudo se comparado com a gama acima da Berg as Pantera, fica muito colado o que pode não compensar.

berg3.jpg

 

AVALIAÇÃO FINAL:

Design/Construção 13/20
Estabilidade e Aderência 17/20
Conforto 14/20
Amortecimento 14/20
Preço 15/20 

Total 73/100

 

Confesso que estas Berg Jaguar me surpreenderam pela positiva, com uma aderência brutal e qualidade de construção bem satisfatória. Acho que o ponto mais negativo seja a questão da Berg não comercializar números intermédios o que baixa em muito a pontuação destas sapatilhas sobre o meu ponto de vista, contudo, vou continuar a usar e muito esta Jaguar, seja em treinos ou em provas curtas.

 

Para finalizar queria agradecer ao Miguel Baptista da MB Run&Foto Team pela maioria das fotos utilizadas neste post, tiradas num dos nossos treinos pela serra de Sintra.

Bons treinos e encontramo-nos por aí.

12923323_1307146006044248_233362923829423949_n.jpg

 

Um Jaguar nos trilhos: Os novos Berg.

Porque a aventura começa no momento em que sais de casa… É como esta frase que a Berg se apresenta e caracteriza os seus produtos e estas Berg Jaguar são prova disso.
 

12781946_1127206287289670_2138420628_n.jpg

 
Confesso que sempre tive curiosidade de experimentar um calçado da Berg Outdoor, não só por ser uma marca usada pelo nosso ultra campeão Carlos Sá, que lhe confere à partida alguma credibilidade, como também por ser uma marca portuguesa que me dá bastante orgulho e assim, no momento que oportunidade de testar estas Berg Jaguar gentilmente cedidos pela marca, fiquei bastante curioso ir logo testa-los.
 
A Berg Outdoor é uma empresa de origens portuguesas, criada em 2002, fortemente ligada ao espírito e aos desportos de aventura, que tenta por meio dos seus produtos gerar alguma inovação o que já lhes conferiu vários prémios internacionais.

 
Estas Jaguar são uma versão nova e melhorada do modelo anterior com algumas características bastante interessantes a começar pela sola, uma sola Vibram Megagrip que lhe confere uma aderência ao solo de elevada qualidade, reflectores da 3M para uma maior visibilidade do corredor em ambiente nocturno e uma palmilha da Ortholite de alta densidade para uma maior conforto no amortecimento da passada. 
 
Na parte superior encontramos um mesh de nylon resistente com reforços termo-plásticos para uma maior durabilidade, tanto a biqueira como o calcanhar estão muito bem protegidos como em TPU mais grosso que impede nos aleijemos com o embate contra objectos mais duros como pedras ou raízes. 
 

A língua é cozida à lateral da sapatilha para evitar ao máximo a entrada de detritos indesejados que podem retirar conforto ao corredor, é de salientar também que esta é feita num material bastante esponjoso que a torna bastante confortável, mesmo com os atacadores bastante apertados. Possui também na parte superior da língua, um género de bolsa, que permite que os atacadores sejam guardados no seu interior impedindo que fiquem presos em algum objecto.
 

Não são umas sapatilhas especialmente "Sexy's", devido ao seu aspecto mais robusto e pesado, contudo as primeiras impressões que já tive na sua utilização em Monsanto e em trilhos mais técnicos e treinos mais longos em Sintra, não podia estar mais satisfeito, para já são muito confortáveis e têm uma sola que agarra praticamente a tudo e que dá muita confiança.
 
Até agora estou muito surpreendido e satisfeito com estas Berg Jaguar e vou certamente irei fazer muitos mais quilómetros com elas antes de vos apresentar o review final. Até lá, bons treinos e fiquem com algumas fotos dos unboxing:

12787166_1127204147289884_1162675365_o.jpg

12825643_1127205533956412_463179029_n.jpg

 

12788748_1127204113956554_400808070_o.jpg

12788286_1127205730623059_2010933147_n.jpg

 

 

 

 

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D