Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Suplementos Alimentares: uma necessidade ou uma opção?

vitaminsglass.jpg

 

Os suplementos alimentares invadiram (literalmente) o mundo do desporto e não só. São cada vez mais as pessoas que optam por tomar suplementos alimentares para um sem número de finalidades: para aumentar a performance desportiva, emagrecer, melhorar a memória, descansar melhor, reduzir o apetite…etc.

Mas a pergunta mais intrigante é: será que os suplementos alimentares são assim tão importantes? Será que são eficazes? E a minha resposta é: depende! Eu explico melhor.

 

 

Em primeiro lugar temos de saber o que é um suplemento alimentar: é um complemento duma alimentação para a tornar mais saudável e equilibrada. O que importa reter é que um suplemento alimentar não deve substituir uma alimentação equilibrada, mas sim acrescentar-lhe valor. E será que não conseguimos obter os nutrientes que estão nos suplementos duma maneira mais…natural, através dos alimentos?  

E a resposta é novamente: depende! Por vezes, as nossas necessidades nutricionais estão aumentadas e a ingestão de alimentos pode não ser suficiente para melhorar a performance desportiva e maximização das reservas energéticas. É o que acontece, por exemplo, nas corridas de longa distância, onde a massa muscular sofre um grande desgaste ao longo a corrida e os suplementos alimentares vão ajudar o atleta para que este não sinta um decréscimo de energia e melhore a sua recuperação pós-exercício.

Mas, em certas ocasiões como é o caso das corridas de média ou longa distância, os suplementos alimentares vão substituir os alimentos. É o que acontece quando recorremos aos géis, bebidas isotónicas e barras energéticas. Neste caso recorre-se aos suplementos alimentares e não aos alimentos porque são mais práticos, de fácil digestão e podem até ter maior quantidade de determinados nutrientes necessários para aquela atividade do que certos alimentos.

 

suplemento_corredores.jpg

 

Em segundo lugar, é importante tentar perceber se realmente precisamos de fazer uma suplementação “química” na nossa alimentação. Já vimos que é precisa em determinados casos (como nas corridas de média ou longa duração) mas, e nos outros? Nos outros pode não ser tão necessária. E é para fazer essa avaliação que existem os nutricionistas. Cabe ao nutricionista analisar se a sua alimentação precisa de ser ajustada para lhe fornecer os nutrientes necessários para a sua atividade no dia-a-dia. Só depois desta análise é que avalia a necessidade da toma de suplementos alimentares.

Sabia que em vez de andar a tomar um suplemento “corta-apetite”, pode ajustar a sua alimentação para ter a quantidade de energia necessária ao seu caso? Sabia que pode evitar a toma de suplementos “noite tranquila” se reduzir a quantidade de cafés que bebe ao longo do dia? E sabia que uma ingestão controlada de frutos secos (não salgados nem fritos) podem ajudá-lo a controlar o apetite por doces?

 

No próximo artigo irei escrever um pouco sobre alguns dos suplementos alimentares mais usados no mundo do desporto. Fique atento!

 

Boas corridas!

 

3 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D