Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Review: Adidas Ultra Boost V2

Adidas_1_P.jpg

Testado por: Joana Malcata

Características pessoais: Passada Neutra

Condições de teste: Meia Maratona de Madrid, treinos de 10 a 15km; Corrida do Tejo e Rock’n’Roll Mini Maratona de Lisboa.

 

PRÓLOGO

Antes de apresentar a minha review, tenho de a contextualizar: não gosto, pessoalmente, de ler reviews demasiado técnicas: não quero saber do drop, do peso exacto em gramas, ou da tecnologia que usaram na sola. Só quero saber uma coisa: são bons? Mas claro que esse “bons” tem de cumprir alguns requisitos, que as reviews falam sempre, mas em “tenictês”, e que às vezes baralham.

Assim sendo, vou apresentar a minha review dos Adidas Ultra Boost V2.

   

DESIGN & CONSTRUÇÃO

 

Lançados na coleção de primavera/verão (e por isso óptima escolha para saldos/promoções e afins, mas já lá vamos), foram-me entregues aquando da Rock’n’Roll Meia Maratona de Madrid, e tinham o padrão oficial da prova: verde-àgua, violeta e brancos. (Lindos!)

Mantendo-se fieis aos anteriores Ultra Boost, em termos de design não mexeram muito. “Equipa que ganha, não se mexe!

Malha elástica, leve, permitindo a respiração do pé, e o ajuste perfeito aquando do normal inchaço do mesmo. Permite a saída e a entrada do ar numa perfeita simbiose têxtil: o calor não acumula, e o frio não entra. É a chamada a tecnologia Primeknit.

O facto de não ter costuras, também reduz as fricções no pé e que se transformam em dolorosas bolhas.

 

ESTABILIDADE & ADERÊNCIA

 

A principal diferença entre a versão de inverno e a versão de verão dos Ultra Boost (chamemos-lhes versão 1 e versão 2), é a sola Continental®, e efetivamente faz a diferença. No final de 2015 foram-me entregues para testar a versão 1 dos Ultra Boost. Problema: quando chovia podia ser um problema pisos como calçada, ou com mais pedra, porque a propensão para escorregar era grande.

Felizmente voltaram a apostar na Continental®, o que em termos de tração e de estabilidade funcionam quase na perfeição (não anulam por completo, mas 99%).

adidas_desg.jpg

Em termos de desgaste da sola, tenho algumas dúvidas: como podem ver, a sola começa a apresentar desgaste lateral mais acentuado (próprio da minha passada), mas temo que por serem finas, que se desgastem mais que umas sapatilhas normais.

 

CONFORTO

 

Bem, conforto… a palavra correta em “joanês” é nas nuvens! Frescos, leves e fofos! Não é isso que todos queremos numas sapatilhas? Que não se tornem num peso extra em provas ou treinos longos, que não nos assem os pés, e que sejam confortáveis que se adaptem a treinos curtos ou longos?

Em todas as provas que participei, e na mais recente, da Rock'n'Roll Mini Maratona de Lisboa, mais uma vez pude comprovar que apesar de correr em estrada, sobre sol abrasador, os pés não foram a minha preocupação, e isso diz muito de umas sapatilhas. 

Adidas_UB.png

 

AMORTECIMENTO:

 

Boost: aquilo que torna estas sapatilhas acessíveis a todos, desde alguém com peso extra (o meu caso), até aos mais levezinhos.

A tecnologia Boost proporciona aquela sensação de impulsão, quase que nos “empurra” para correr mais um quilómetro, e tal deve-se às pequenas cápsulas tipo pipoca que melhoram o amortecimento.

Mesmo sendo uma peso pesado, e estas sapatilhas serem leves, nunca deixei de sentir conforto no embate do pé no chão em cada passada, e tal deve-se a estas pequenas cápsulas Boost.

 

PREÇO:

 

Estas sapatilhas tinham de ter alguma coisa de mal: o preço PVP 180€. Não são para qualquer carteira, e por isso, aproveitem os saldos, as promoções, até porque já são da coleção passada. É que estas sapatilhas valem quase todos os euritos que custam…

 

AVALIAÇÃO FINAL

Design/Construção 19/20

Estabilidade e Aderência 18/20

Conforto 20/20

Amortecimento 19/20

Preço 16/20

Total 92/100

FB_IMG_1475409666935.jpg

 

Boas Corridas!

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D