Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Race Report: O regresso à estrada na Meia Maratona do Douro Vinhateiro

11143223_756585377796469_9001851571469302716_n.jpg

Por Nuno Malcata

 

Participei no passado domingo, dia 17, na 10ª Edição da Meia Maratona do Douro Vinhateiro, a apelidada "Mais Bela Corrida do Mundo".

 

A Bo e a Joana o ano passado participaram nesta Meia Maratona e as memórias que de lá trouxeram foram tão boas que andei o ano todo com vontade de lá ir este ano, e assim foi.

 

Depois da Maratona de Sevilha em Fevereiro, como já partilhei, dediquei-me em exclusivo a treino em trail para o primeiro Ultra Trail no Piodão, e depois para o Gerês Trail Adventure (GTA).

 

Após o GTA, o cansaço acumulado foi algum, e as últimas 2 semanas foram dedicadas a recuperar e com muito pouca corrida, fiz apenas um treino leve de descompressão, muitos alongamentos e uma aula de yoga.

 

Dadas estas condições, pouco treino recente e nenhum específico para estrada, mais a previsão de bastante calor para a hora da Meia Maratona, previa que fisicamente não seria uma prova nada fácil, compensada pela beleza da mesma.

 

Fomos para Peso da Régua no dia anterior, fomos ao Museu do Douro, visitamos os stands dos parceiros e levantámos o kit de participante que incluía alem do dorsal, a t-shirt técnica e uma garrafinha de Moscatel da região. Aproveitamos o resto do dia para passear um pouco pela região que é de uma beleza natural fantástica.

20150517_125300616_iOS.jpg

Logisticamente o dia da prova não é fácil, nem para a organização, nem para os participantes. A prova começa na Barragem de Bagaúste, a cerca de 5Km de Peso da Régua, pelo que é necessário deslocar os participantes até este local. Na inscrição os participantes da Meia Maratona escolhiam a hora para a partida no comboio, os da Mini Maratona iriam em autocarros.

 

Como o hotel onde dormimos fica na estrada onde passa a corrida, e esta é fechada a partir das 08:00, escolhemos na inscrição apanhar o comboio das 08:41, pelo que às 8 e pouco já estávamos em Peso da Régua.

 

A pequena viagem de comboio até à barragem foi bastante tranquila, e eram 9h quando chegámos à linha de partida, onde aguardámos pela chegada dos restantes participantes para a partida a realizar às 10:30.

 

Esta foi a parte que mais me custou, estar 1h30m a aguardar pela partida da prova. Não me importo de levantar cedo, mas a espera cansa-me mais do que a prova. Ainda por cima via o Sol cada vez mais aberto, a temperatura ás 10:30 era bastante superior do que ás 09:00. Pior que isso a bexiga encheu, mesmo após 2 idas ao WC, e arranquei de bexiga cheia.

20150517_092016655_iOS.jpg

 

O percurso da Meia Maratona saindo da barragem percorria cerca de 8km até Pinhão, com retorno pela mesma estrada, fazendo os restantes 5km entre a barragem e Peso da Régua.

 

Dada a partida, arranquei cauteloso, mas a bom ritmo para o que (não) tenho feito, a rondar os 05:15 nos primeiros 2km. Dado o calor decidi acautelar ainda mais e assim que comecei a aquecer baixei o ritmo e preocupei-me sempre em aproveitar os vários pontos de abastecimento de água, e arrefecimento dos bombeiros, para me ir refrescando e hidratando.

 

A estrada que percorremos ao longo do rio tem um enquadramento realmente fantástico, dificilmente existem corridas de estrada com esta beleza, mas estou mal habituado com algumas provas de Trail que tenho feito, e ao final de cerca de 13/14Km a monotonia de correr em estrada estava a começar a juntar-se ao calor e a deixar-me "mole". Pensei "lá se vai o ritmo", e as 2h que queria fazer, mas estava a fazer Kms sempre certinhos à volta dos 5m30s e estava a sentir-me bem. Gel tomado e ritmo continuou certo, ao contrário do que pensava.

10430875_756730661115274_8797119998576372621_n.jpg

Chegado aos 19Km, chegamos à entrada em Peso da Régua e se até aqui me sentia bem, mesmo com tanto calor, não vi porque não soltar e acelerar um pouco, sem exageros. Fiz a parte final bastante solto fisicamente, de sorriso na cara, o apoio do público em Peso da Regua ajudou muito e uma valente banhoca a algumas centenas de metros da meta ajudou ainda mais.

 

Corrida terminada com 1h57m22s, bem abaixo das 2h que tinha "planeado", fiquei contente. Único pensamento depois de cortar a meta "Onde está um WC?". Sim, fui teimoso e passei quase 2h e pouco mais de 21Km de bexiga cheia, asneira.

 

Bexiga aliviada, bebi umas quantas garrafinhas de agua, maça, banana e fui à procura da Joana. Reencontrei o amigo Carlos da Follow Runs e fomos trocando impressões sobre a corrida. Reencontrada a Joana a cerca de 1,5Km da meta, com algumas dificuldades, mas sempre resiliente, lá fui de novo para a meta em modo acompanhante.

 

Terminada também a prova da Joana, seguimos para o carro, de novo a cerca de 2Km da meta, dada a logística da partida deixamos o carro consideravelmente longe da meta. Era hora de ir ao hotel tomar uma banhoca e voltar a Lisboa.

20150517_131443850_iOS.jpg

 

Considerações acerca da prova

 

Aspectos positivos:

 - Beleza da região e do percurso

 - Logística complicada, mas organização competente

 - Atenção aos pontos de abastecimentos de água, bastante frequentes

 

Aspectos negativos

 - Hora da partida da prova. Na minha opinião não concordo com a partida de uma meia maratona em Maio, ás 10:30 da manhã. A probabilidade de estarem temperaturas altas é elevada, como aconteceu, e começar uma prova com 30º, mesmo que com muitos abastecimentos, não se justifica, na minha opinião, com a logística mais complicada. Toda a logística pode começar 30m ou mesmo 1h mais cedo e a prova deveria arrancar ás 09:00 ou no máximo ás 09:30.

 

Espero voltar, não só para a prova, mas para conhecer melhor e com mais tempo a região. Espero que no regresso a situação da hora de arranque seja alterada.

1 comentário

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D