Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Race Report da Maratona de Madrid: Desafio superado?

mf.jpg

SIM, o desafio foi superado com sucesso!

 

Com um tempo final de 3h57m06s o meu objetivo de concluir a Maratona de Madrid em menos de 4 horas foi concretizado e isso deixou-me muito FELIZ!

 

E como foi a prova? Já conto tudo! 

 

Sábado foi dia de levantar dorsais na feira da prova. A feira da Maratona de Madrid estava bastante bem organizada, tinha bancadas para levantamento do dorsal, e bancadas para levantamento do goodie bag e tshirt técnica da prova. Eu e a Joana chegámos cedo e tudo decorreu bem e com rapidez.

received_10153713080949958.jpeg

 Chegada à feira, a desejar correr como nunca...

 

IMG_20160423_102446.jpg

 Dorsal e tshirt recolhidos.

 

Após visita aos stands da feira, onde encontrámos amigos e conhecemos pessoalmente alguns parceiros do mundo das corridas que estão habitualmente em Espanha, fomos em busca da Pasta Party.

 

Fomos também dos primeiros a chegar à Pasta Party pelo que tínhamos o espaço por nossa conta, deu para comer com tranquilidade e esperar que a Família Dinis chegasse para com eles desfrutar deste ambiente. O José Dinis é um amigo dos meus tempos de assiduidade BTTista, da família que são os Os Metralhas BTT. O José começou a correr à uns tempos, e hoje toda a família participa alegremente em várias corridas. Foi com alegria e surpresa que os encontrei na chegada à feira, vieram participar na Meia Maratona, e foi ótimo partilhar estes bons momentos com eles.

 

IMG_20160423_122803~2.jpg

 Pastaaaaaaa!!!!

 

O resto do Sábado foi a relaxar e a preparar tudo para a manhã da prova. O jantar, feito em casa, foi a inevitável massa com atum.

20160423_190908521_iOS.jpg

 Tudo preparado... tipico de corredor!

 

Chegou a manhã da prova!

 

Acordei sem qualquer sono às 05:30, só tinha o despertador para as 06:00 para comer cerca de 2h30m antes da prova.

 

Preparei-me com calma mas com uma ansiedade crescente, quando saí de casa estava uma pilha de nervos.

20160424_060946991_iOS.jpg

À saida de casa, nervosismo bruto!

 

A partida era a cerca de 1,5km de casa, fomos a passo tranquilo, em cada rua mais corredores se juntavam, quase tudo em silêncio, ansiedade pura. Cerca de 15 minutos depois estávamos na rotunda de neptuno, onde me despedi da Joana que ia para o seu cural de partida para a meia maratona, eu estava num curral mais à frente. 

 

Faltavam ainda 40 minutos para a partida e estava sozinho no meio de tanta gente, custou não ter alguém com quem partilhar estes momentos, e libertar um pouco daquela ansiedade.

 

Para libertar excesso de peso na bexiga ainda estive 20 minutos nas filas para os wc e fui mais leve para a partida.

20160424_065253911_iOS.jpg

 Quase a iniciar a 3ª Maratona.

 

Dada a partida, a ansiedade sumiu!

 

Estava na hora de lidar com pouco menos ou pouco mais de 4 horas de corrida.

 

Olhei para o relógio e confirmei o que tinha decidido na véspera, o campo do tempo total de prova estava parado. Alguns dias antes tinha falado com o treinador para saber como controlar o ritmo a fazer em prova, a sua instrução foi simples, "não leves banda cardíaca, ouve o corpo". A Bo já me tinha dito algo semelhante, em Barcelona não olhou para o relógio, correu como o corpo lhe disse que devia ir. Sou um "control freak", e não sabia como ia lidar durante a prova sem dois dos mais importantes indicadores, mas assim o fiz, apesar de nunca o ter feito antes, afinal aquele mítico conselho de "não testar nada em prova" é para equipamento novo, não para falta de informação.

 

Para ajudar neste vazio de informação, durante todo o percurso não houve um único relógio com o tempo total de prova até à meta. Em Sevilha no ano passado passei por vários, em Madrid, nenhum.

 

Não vos vou massacrar com o decorrer de cada km da Maratona, 42km daria um mini romance, vou resumir em alguns tópicos:

 

 - Percurso muito duro, um acumulado de 400D+ numa prova de estrada não é fácil. Senti-me sempre muito bem até aos km 25. Consegui controlar bem o cansaço até ao km 32. Do km 32 ao km 40 a subida é praticamente permanente, com o pesar do cansaço cada km custa cada vez mais a percorrer.

 

 - Percurso variado, alguns pontos muito bonitos, outros mais monótonos. O público está presente em quase todo o percurso, é uma das grandes fontes de energia para os corredores. 

 

 - Abastecimentos bem estruturados, garrafas de água de 5 em 5km até ao km30 e depois de 2,5km em 2,5km. O isotónico em copos em alguns abastecimentos foi uma confusão, bebi aos goles 1x e parei para beber 1 copo ao km 25, foi uma má decisão, o arranque custou muito.

 

nmc.jpg

 

O meu final da Maratona de Madrid

 

Os últimos 2km foram cheios de sensações mistas. Com o terminar da subida tentei acelerar, ao fim de 500m não havia pilhas e o ritmo baixou. Na placa a indicar o último km voltei a tentar acelerar mas uma forte dor muscular abdominal voltou a mandar-me abrandar. Na entrada no Parque do Retiro a cerca de 500 metros da meta tive a maior alegria durante a prova, a família Dinis estava à minha espera para me dar força nos últimos metros, foi indescritível ver aqueles sorrisos amigos. Acelerei mais uma vez, mais uma vez a dor abdominal não deixou.

 

As últimas 3 centenas de metros da prova foram muito difíceis, consigo finalmente olhar para o tempo total na meta e indicava 03:5?:?? e eu sem perceber os restantes números. Até que passa para 04:00:00 e percebi que tinham passado as 4h oficiais de prova, faltavam cerca de 150 metros para o final.

 

Tento procurar a Joana na reta da meta, combinámos que ela estaria algures à direita à minha espera, só não sabia se ela estaria antes ou depois de eu passar na meta.

 

Por mais que quisesse desfrutar da passagem pela meta, sorrir um pouco, as dores abdominais eram muitas. O sorriso de passar a meta vence as dores, estava feita a minha 3ª Maratona. Passei na meta com 4h00m43s de tempo oficial.

 Chegada à meta da Maratona de Madrid

 

Enquanto recupero o fôlego caminho, desligo o relógio e espero pelo resumo do total da prova. Olho e vejo um tempo total de prova de 3h57m06s.

 

Continuo a caminhar e as lágrimas correm pelos olhos, não venci nada, mas a concretização do objetivo que tinha tornam este momento um turbilhão de emoções.

 

Depois de, no ano passado, em Sevilha, ter feito a viagem com amigos e feito a prova com a Bo, ter em Madrid feito toda a prova sozinho custou muito, e no momento de passar a meta não ter com quem partilhar este momento, custou ainda mais.

 

Encontrei finalmente a minha Joana cerca de 200m depois da meta, à minha espera e a descansar da sua meia maratona.

 

A felicidade vem quando temos com quem partilhar momentos felizes e ali, com ela, reencontrei a felicidade que vos falei no inicio do post. 

 

IMG_20160424_131421.jpg

 Medalhados e FELIZES!

 

Equipamento utilizado:

 - Ténis Adidas Ultra Boost v2

 - Tshirt Adidas ADIZERO TEE

 - Calções Adidas 

 - Meias Injinji run

 - Relógio Garmin Fenix 2

 - Cinta Lurbel

 

Posts do desafio Adidas para a Maratona de Madrid:

 - Semana 1

 - Semana 2

 - Semana 3

 - Semana 4

 

Para finalizar, fica um desejo e dois agradecimentos.

 

Desejo para o próximo ano voltar a fazer uma maratona, em viagem com amigos e em ambiente de convívio e partilha, para mim uma maratona não é apenas objetivos de tempo, e assim não tem tanta piada.

 

Um agradecimento para todos aqueles que me ajudaram e apoiaram na preparação para esta maratona, fosse na companhia nos treinos ou nas palavras importantes de incentivo.

 

Um agradecimento especial à Adidas pelo apoio que me deu a mim e à Joana na preparação e inscrição para a Maratona e Meia Maratona de Madrid.

 

Maratona, até para o ano!

 

6 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D