Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

O que é o Kefir?

Por João Filipe Figueiredo:

 

O Kefir é uma colónia de microrganismos simbióticos imersa numa matriz composta de polissacarídeos e proteínas. Tem a aparência de uma couve-flor (a parte branca) e é originário do Cáucaso.

Vou falar-vos da minha experiencia com Kefir de leite (também existe o de água), como se prepara e os seus benefícios para a saúde.

1.jpg

 

Comecei a tomar Kefir em 2008 – sempre tive problemas de estômago e digestões difíceis. Isso provocava um mal-estar geral e condicionava os meus treinos de fim-de-semana nesses tempos.


Por sugestão de um primo meu, que deu uns grãos de Kefir ao meu pai, resolvi experimentar provar e o resultado foi imediato. Senti um bem-estar enorme no estômago e a partir desse dia comecei a consumir e a tratar do meu próprio Kefir.

O leite de Kefir pode ser comprado nas lojas de produtos alimentares dietéticos ou macrobióticos (eu já comprei, achei caro e não é exactamente a mesma coisa) ou então pode ser adquirido (os grãos de Kefir) através de amigos que consumam ou grupos de partilha, e produzirmos nós o nosso próprio leite de Kefir.


Os benefícios do Kefir são muitos:

-melhora de uma forma geral todo o sistema digestivo;

-restabelece e equilibra a flora intestinal;

-sintetiza o ácido láctico, diminui a intolerância à lactose;

-aumenta a resistência às infecções;

-activa o sistema imunológico;

E auxilia no combate a problemas de:

Asma, acne, problemas renais, acidez estomacal, problemas circulatórios, colesterol, reumatismo, osteoporose, hepatite, bronquite, tuberculose, descontrolo de produção de bílis, alergias, enxaquecas, males do colón, úlceras, inflamações intestinais, …

Não posso comprovar todos estes benefícios, mas garanto que o Kefir me faz sentir bem e eu raramente estou doente. Não me lembro da última vez que estive doente de cama ou com febre.

 

Vou descrever-vos o processo de tratamento e consumo do Kefir de leite, que eu faço:

Depois de receberem os vossos grãos devem colocá-los num recipiente de plástico ou vidro, não completamente tapado – de forma ao Kefir poder “respirar”, mas que não esteja acessível a mosquitos e a outros insectos.

Eu guardo-os numa embalagem de plástico com um guardanapo de papel por cima.

 

2.jpg

Adicionam leite de vaca (eu uso meio gordo), até os grãos ficarem mais ou menos submersos, tapam e o recipiente deve ser guardado num armário fechado, para estar fora do alcance da luz solar directa. O leite fica então a “keferizar” durante cerca de 24 horas.

3.jpg

Eu consumo o Kefir de leite ao pequeno-almoço.

Há quem faça imensas coisas com o Kefir: bolos, iogurtes, todo o tipo de bebidas, eu sei lá… eu bebo o meu Kefir misturado com chocolate em pó porque o acho demasiado ácido, há quem misture açúcar amarelo, …é uma questão de gosto pessoal.

Começo por coar o Kefir para uma caneca, isto para não comer os grãos (há quem goste, eu não gosto).

4.jpg

 

Convém não usar utensílios metálicos, o Kefir não reage muito bem ao metal, por isso uso apenas colheres de madeira quando tenho de tocar no Kefir.

5.jpg

Depois de misturar este leite de Kefir com o chocolate em pó, está pronto para eu o beber.

6.jpg

7.jpg

 Por fim, volto a colocar os grãos na embalagem de plástico e adiciono mais leite. Guardo-o no armário até ao próximo dia.

Com esta repetição de tratamento e ao longo do tempo, os grãos de Kefir vão-se reproduzir (quanto mais calor houver mais rapidamente se reproduzem) e chegará uma altura em que a embalagem se torna pequena para armazenar tantos grãos de Kefir. Aí há duas opções a tomar:

-oferecer grãos a pessoas que os queiram;

-ou então, congelar os grãos em excesso (ao descongelar, os grãos de Kefir voltam à sua vida normal).

 

Eu pertenço ao grupo: “Kefir e Kombucha Portugal - GRUPO DE PARTILHA”, no facebook. É um óptimo sítio para partilhar experiencias e esclarecer dúvidas. Mas existe imensa informação sobre o Kefir espalhada pela Internet.

Experimentem o Kefir de leite, não têm de gastar dinheiro nenhum e garanto-vos que irão sentir diferenças no vosso organismo.

8.jpg

   

 

 

 

8 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D