Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

O corpo perfeito

Por Bo Irik:

 

Porque é que tu corres? Para te sentir bem emocionalmente? Porque te faz relaxar? É uma fuga à rotina? Ou porque vem aí a época balnear e sentes-te pressionada a melhorar o teu físico?

 

Se eu te perguntasse: descreve o corpo feminino perfeito, o que dirias? Sara Sampaio? Angelina Jolie? Talvez a Oceana Basílio? E se te perguntasse: como descreverias o teu corpo em apenas uma palavra, o que dirias então? Não é fácil não é? Eu sinceramente também não sei o que diria, depende dos dias. Um dia sinto-me bem, outro feia e flácida. Sei que não sou a única a sentir isso e a Taryn Brumfitt alertou o mundo para este facto.

 

A Tyran, com 35 anos e mãe de três, era uma mulher muito exigente consigo mesma. Achava-se gorda, nojenta e feia. Só lhe apetecia esconder o seu corpo. Um dia decidiu mudar de vida, lutar pelo corpo de que sempre sonhara. Como motivação inscreveu-se num concurso de musculação. Com muito trabalho e dedicação conseguiu um “corpo perfeito”, tonificado e com pouca massa gorda. Mas sentia-se mais feliz? Não. Tudo continuava igual.

 

Foi então que a Tyran postou a seguinte foto do antes e depois no Facebook. Rapidamente a foto tornou-se viral e foi altamente comentada, positivamente mas também negativamente. Houve muitas mulheres (e homens) que acharam a ideia excelente, pois somos bonitas tal como somos. Contudo, uma corrente crítica alega que o post incentiva a obesidade e um estilo de vida menos saudável.

 

A Tyran leva o assunto muito sério e fundou o “Body Image Movement”, estando a desenvolver um documentário para mostar ao mundo que devemos gostar do nosso corpo tal como ele é. Segue o video promocional em que a Tyran questiona mulheres sobre o que acham do seu corpo. Segundo o site oficial, “We’re on a quest to redefine and rewrite the ideals of beauty. Body Image Movement’s job is to harness and facilitate positive body image activism by encouraging women to be more accepting of who they are, to use positive language regarding their bodies and others, and to prioritise health before beauty. Our goal is to reach as many women as possible around the world and speak to them about how we can learn to fully embrace and love our bodies.

E por isso, girls, acredito que a paixão pela corrida e desporto não deve ser originada por um ódio ao nosso corpo, mas sim porque as endorfinas nos fazem sentir bem. O desporto faz bem à saúde, estado de espírito, vida sexual, concentração, etc. Cuida bem do teu corpo, mas sobretudo, ama-o.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D