Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Fazer desporto em viagem... as minhas 3 respostas para 3 perguntas

IMG_20150527_063557.jpg

 

Por João Gonçalves:

 

Todos nós em alguma altura da vida, já tivemos de fazer uma viagem seja ela de trabalho, férias ou uma outra de outro qualquer motivo, confesso que eu nos últimos tempos tenho viajado algumas (muitas) vezes, o que leva que o lado desportivo da minha vida seja afectada, contudo criei algumas rotinas ou truques para que este impacto seja minimizado, rotinas e truquees que venho partilhar convosco respondendo para isso a 3 perguntas básicas - Porquê? Quando? e Como? - é certo que alguns de vocês terão as vossas, estas são as minhas, logo, caso queriam partilhar as vossas por favor comentem.

 

IMG_20150623_145416-2.jpg

 

Porquê?

 

No meu ver a pergunta mais fácil. Porque é que é importante fazer deporto, mesmo quando viajamos?

 

Ponto 1. Para além de todo o blá blá clássico que o desporto faz bem etc, etc no meu caso e sendo uma pessoa especialmente ativa, fazer desporto é importante pois ajuda-me a manter-me focado bem comigo mesmo e acima de tudo retira-me a sensação quase depressiva e de culpa de “não ter ido treinar”, não sei que sei se isto vos acontece ou não, mas quando deixo de treinar por alguns tempos, parece que a minha mente está constantemente a lembrar-me disso e quase como me castigasse de me estar parado.

É certo que, quando estamos fora do nosso ambiente, nunca treinamos da mesma forma do quando estamos “em casa” ou por falta equipamento ou porque não conhecemos o local ou porque temos menos tempo – sei disso e tenho consciência que isso acontece – mas o facto que não o fazer com a mesma intensidade, deixa-me bem pior do que não o fazer mesmo.

 

Ponto 2.  Fazer desporto e sair do hotel onde estamos hospedados é uma excelente forma de conhecer a cidade ou local, é certo que nunca não iremos conhecer ao pormenor desta forma, mas dá-nos a precessão dos locais ou pontos de interesse que gostaríamos de visitar com mais tempo ou este ou aquele restaurante ou bar onde gostaríamos ir comer ou beber um copo e garanto que já tive agradáveis surpresas com esta atitude.

 

image.jpeg

 

Quando?

 

Sim, esta depende do contexto.

 

Falando de viagens de trabalho e tendo em conta que estamos trabalhar durante o dia, restamos duas opções ou de manhã antes de ir trabalhar ou ao final dia, dentro destas duas opções dou preferência á primeira, antes de ir trabalhar – até porque como viajo algumas vezes para fora do pais, aproveito o efeito que o “jet lag” tem em mim que não me deixa dormir muito e assim aproveitar de uma maneira proveitosa essas insónias deixando-me assim livre o final do dia o que possibilita também, o poder aceitar algum convite conviver um pouco com os colegas de trabalho noutras geografias e assim promover um pouco o networking.

 

image (1).jpeg

Como?

 

Mais uma vez, esta é apenas história a minha experiência sobre o tema, mas normalmente tenho 3 opções.

 

Opção 1. Sair para correr, esta é mais simples mas requer aqui alguns cuidados, no que toca ao conhecimento que temos ou não do local, se o conhecemos bem à partida não temos grandes problemas, senão conhecemos encontramos o risco de nos perdermos, desta forma, costumo traçar um percurso simples e fácil de memorizar através das habituais ferramentas de mapas que todos nós utilizamos e seguir esse traçado, sempre com algum dinheiro e o cartão do hotel no bolso, para caso seja necessário regressar de táxi. Como alternativa ou complemento, hoje em dia também é comum os hotéis disponibilizarem tracks de percursos, tracks estes que tem um tema associado, i.e. história, natureza, que nos permite, lá está! Conhecer melhor a cidade onde estamos.

Uma outra excelente forma de responder a esta opção é entrar em contacto com uma crew local e marcar se possível um treino em conjunto.

 

Opção 2. Utilizar o ginásio do hotel, confesso que esta é aquela que menos me agrada e consequentemente a que menos uso, pois estas facilidades nos hotéis são sempre algo deprimentes e despovoadas o que leva a uma desmotivação e falta de empenho.

 

Opção 3Fazer exercício no quarto, isto mesmo... saltar da cama e seguir uma rotina de treino, tomar um banho é uma excelente forma de começar o dia, confesso que a uso bastante vezes, para além disso ando sempre com o meu conjunto de elásticos, corda de saltar e TRX que me ajudam a ter mais opções, contudo estes não são necessários para criar um treino rápido e eficaz que pode ser executado com o mínimo de espaço – como exemplo partilho aqui uma rotina de treino de “core” para cuidar dessa zona média e preparar esse six-pack.

 

image (2).jpeg

Rotina de Abdominais

Repetir entre 2 a 3 vezes com descanso de 90 segundos

  • 1m Prancha Completa (posição elevada de uma flexão de braços)
  • 30 segs Prancha com o apoio dos cotovelos
  • 1m Prancha com o apoio dos cotovelos com um dos pés elevados (30 seg com cada pé)
  • 1m Prancha Lateral (30 seg em cada lado)
  • 30 segs Prancha Completa (posição elevada de uma flexão de braços)
  • 1m Prancha com o apoio dos cotovelos


Porque é que ter os abdominais fortes é tão importante para um corredor?

A resposta é simples, primeiro grande parte da nossa força advém da nossa zona média - abdominais e lombares - logo quanto mais forte tenhamos esta zona mais força teremos, mas não só, esta zona é a responsável por suportar a nossa coluna, logo ajuda a que consigamos uma postura mais correcta e firme proporcionando um maior equilíbrio, também ao executar esta função de suporte da nossa parte superior e equilíbrio, liberta força das nossas pernas desta função, que vai permitir que esta seja canalizada na quase na sua totalidade para "correr".

Como disse, esta é a minha visão sobre o tema, vocês certamente terão a vossa e gostaria de saber qual é…

 

Costumam fazer desporto em viagem? 

 

Fico à espera, bons treinos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D