Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

E quando temos que começar do zero?

12033342_10207713925544944_1491539764_n.jpg

Por Ana Sofia Guerra:

 

Há já algumas semanas que tenho andado a mudar algumas coisas na minha vida, a primeira foi a mudança de emprego que tinha em full-time. Começou um novo trabalho, ou seja, novos desafios. Mas as mudanças não ficam por aqui, pois também mudei de estilo de vida. Durante os próximos meses irei contar-vos a minha odisseia, pelo simples facto que terei de começar do zero e quais as dificuldades e progressos que isso irá trazer.

 

Mas vou começar do início: no novo emprego tive a possibilidade de fazer uma avaliação física, onde tive de fazer um check-up ao peso, perímetros de cintura e de abdómen, % de massa gorda e massa magra, e alguns exercícios de teste. E foi aí que apanhei o susto, o meu corpo está enferrujado e, na passadeira, a minha pulsação disparou para valores muito altos (chegou a ultrapassar as 170). E, pior ainda, foi a andar e a simular uma subida. O Personal Trainer só me disse: “Ana, não podes continuar assim, tens de começar do zero, criar uma base!” E com toda a razão!

 

Mas o caro seguidor deste blog e das minhas aventuras pergunta: mas como é que uma nutricionista chega a este ponto? A resposta é fácil: jornadas longas de trabalho e menos treinos. A alimentação é o que tem estado melhor, mas o meu corpo não tem energia suficiente. Já acordo cansada. Há cerca de dois meses fiz análises e estava tudo bem, por isso é só uma questão de treinar mais e adequar a alimentação ao treino.

 12047507_10207713924144909_183094704_n.jpg

Por isso, vou aproveitar esta mudança para me transformar numa pessoa mais saudável e, como vou ter mais tempo, vou dedicar-me mais ao exercício físico. E gostava de partilhar esta minha experiência. O meu objetivo não é nem nunca foi o de ganhar medalhas, nem fazer a prova em menos tempo do que o indivíduo X. O principal objetivo é melhorar a minha condição física para melhorar a minha prestação nas provas de trail.

 

A partir do dia 5 de Outubro dei início a esta nova etapa: 2 a 3 treinos por semana no ginásio e 2 treinos de corrida por semana. Para já, as provas de estrada vão estar suspensas e as provas de trail vão ser, no máximo, 1 por mês. 

 

 Boas corridas!

4 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D