Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Correr menos e apostar no Cross-training

reebok.jpg

 Adorava um dia fazer crossfit...

Por Tiago Portugal:

 

Depois de um início de 2015 muito intenso a nível de carga de treinos e principalmente provas resolvi, ou melhor fui aconselhado, a fazer uma pausa “temporária” nos meus treinos de corrida, só durante o mês de maio. Assim, depois de ter regressado do Gerês Trail Adventure reduzi a carga para 2 a 3 corridas ligeiras por semana. A única exceção foi o III Trilho de São João das Lampas que decorreu a 9 de maio. 

 

Boa organização, ambiente fantástico e percurso bem estruturado fazem desta prova uma das que mais gozo me dá correr. O facto de ser perto de casa também ajuda. À semelhança de 2014 este ano comecei a prova muito rápido, mas não era o único. Apesar de ser em trilhos o ritmo parecia mais de meia-maratona de estrada, estar a correr abaixo dos 5m o km e ser ultrapassado por muita gente diz bem da velocidade a que se estava a correr. Fiz exatamente o mesmo tempo do que o passado, não sei se isso será mau ou bom, mas foi o melhor que consegui. Para quem nunca participou recomendo vivamente esta prova e experienciem vocês mesmo a alegria e o ambiente que esta proporciona.

 

Como tenho alguma facilidade em aumentar a massa corporal assim que deixo de fazer atividade física, curto e grosso engordo muito e depressa, comer bolos diariamente também não ajuda, substituí a corrida por outras atividades e tenho feito cross-training, se assim o posso chamar.

 

O cross-training serve como complemento à corrida e permite um aumento da nossa capacidade física. Não sendo um especialista nesta área tenho-me focado em ir ao ginásio 2 a 3 vezes por semana para fazer algum reforço muscular, maioritariamente nas máquinas mas também com pesos livres, spinning e muita elíptica.

 

22233.jpg

Além destas atividades gostava de recomeçar a nadar mais ainda não consegui organizar a minha agenda semanal para encaixar a natação.Por enquanto limito-me ao ginásio e a fazer exercícios em casa.

 

Muitos corredores quer da elite quer amadores, têm incluído o cross-training nos seus programas de treino como forma de aumentar a resistência, a flexibilidade, a força e a sua capacidade aeróbica, e consequentemente a sua capacidade de correr mais rápido e durante mais tempo, ao mesmo tempo que reduzem o risco de lesões, facilitam a recuperação e aceleração a reabilitação em caso de lesão.

 

Em termos pessoais estou a gostar de diversificar o treino e espero continuar mesmo quando regressar aos treinos de corrida com mais intensidade, talvez substituindo algumas corridas por estes treinos ou diminuindo a duração da corrida e incorporar esta componenete no ínicio ou no fim da corrida. Não sei o que será melhor. A partir de junho, data em que recomeço a treinar com mais afinco, estas questões começam a ganhar mais importância

 

E vocês fazem cross-training? E quais as atividades físicas que recomendam?

 

Boas corridas a todos.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D