Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

Conheça as vencedoras do passatempo “Eu sou uma princesa que corre”


Já escolhemos, em conjunto com a Catarina Beato autora do blog "Dias de Uma Princesa", as vencedoras do passatempo "Eu sou uma princesa que corre" e que ganharam um exemplar do fantástico livro da Catarina, "Dieta das Princesas".

Escolhemos as vencedoras pelas suas histórias, pela força de vontade e pela coragem de mostrarem como conseguiram mudar a sua vida. Este post é também dedicado a todas as outras "princesas" que ainda não deram esse passo, o de mudar, a caminho de uma vida mais saudável e feliz.

Conheçam a Luísa, Vanessa e a Ana. 

 

Luísa Mesquita:
Idade: 27
Peso antes: 83kg
Peso agora: 63kg


“Eu comecei a correr para perder peso (não vale a pena por aqui nenhuns floridos porque foi mesmo a única razão) e agora corro porque me liberta a mente, o stress e porque me faz sempre ter a certeza de que quando eu quero eu consigo. No inicio não corria nem 100metros e agora,  - 20kg depois, corro 15km”.

 

 

 

--

 

Vanessa Casais

“Eu achava que correr era só para alguns, senão alguns, pelo menos para outros que não eu. Eu sempre fui asmática, nunca fiz desporto, e cresci envolta em antibióticos, bombinhas, e outros que tais. Na gravidez de risco que tive engordei mais de 20 kgs, e perdi muita força muscular. Foi apenas depois de ser mãe que comecei a praticar desporto.

Primeiro aulas pós-parto, de recuperação, e depois uma fisioterapia intensiva onde para além da falta de resistência eram trabalhados todo o género de músculos. Foi aí que conheci a corrida, em passadeira, duas vezes por semana. O que ao início me custava rapidamente se tornou um prazer, um vício, e da passadeira para a rua. Tudo tem a ver com treino, com testar os limites, a resistência, a resiliência. Aprendi rapidamente a dizer que não à dor momentânea em função do prazer e do bem-estar que sentia no final da corrida. Aprendi a controlar a respiração e pasmem-se fiquei muitooooo melhor da asma. Isso que não sirva de desculpa para asmáticos.

Correr é o melhor remédio para controlar respiração e deitar fora o que não presta. Ganhei força, resistência e alegria e por incrível que pareça força de vontade. Foi nesta altura que descobri uma lesão pré-cancerigena no palato mole, na boca. Fui operada duas vezes, fiz várias biopsias, e apercebi-me no elevador para o IPO que não era esta a vida que eu queria levar. O meu filho tinha um aninho apenas, era a minha alegria, mas eu não amava o meu companheiro. Foi através da ginástica, que aprendi o que significa resistência, ir mais além da minha capacidade, ou do que o que o meu corpo permite inicialmente. Fiquei boa. Fiquei em forma e decidi nessa altura divorciar-me, mas a história não acaba aqui. Perdi mais de 22 Kgs desde a gravidez de risco, ganhei força, consegui fazer pela primeira vez flexões e abdominais.

O gosto de correr manteve-se muito além da fisioterapia, participei em meias-maratonas, participo sempre na corrida sempre, participei em muitas outras corridas  concelhias, daamizade, etc. Tenho várias medalhas expostas no pequeno ginásio que fiz lá em casa, onde a passadeira me recompõe nos dias mais tramados, ou naqueles dias de chuva em que não dá para correr lá fora.

Tenho o peso certo, a resistência e a força de vontade que nunca sonhei ter com 13 ou 14 anos e uma certeza, a de que o exercício é uma mais valia ao alcance de qualquer carteira, e que podemos começar com qualquer idade. Mesmo com problemas de saúde extremos é possível melhorar com corrida e exercício, e não há que ter medo de começar, puxem pelos amigos, convençam alguns e comecem. O nosso corpo é o que fizermos dele e é nosso compromisso para com a nossa felicidade e essa só depende de nós.

Frase:

Não há meta inalcançável,

barreira inultrapassável,

distância que eu não consiga percorrer,

resiliência é a minha palavra,

força de vontade a minha camisola,

meta tudo o que eu decida empreender,

o meu corpo é o meu instrumento

a minha determinação o meu alento
E eu mais feliz só por correr!

 

 

--

 

Ana Fernandes:
Idade: 34 anos

 

“Corro há muitos anos com o principal objetivo de desanuviar a cabeça do stress dos dias. Tenho 34 anos e comecei aos 18 a sair muito esporadicamente de casa para correr na cidade, sendo que tinha vergonha de andar de fato de treino na rua. Mais tarde começei a frequentar a "pista" do campo da Escola Agrícola de Santarém, onde me sentia mais à vontade e em contacto com a natureza.

Aos 25 anos regressei à cidade e iniciei as corridas à noite. Fazia-o sozinha e nunca via ninguém a correr mas aos poucos isso foi deixando de me fazer confusão e passei a desfrutar mais daquele momento. Tornou-se uma espécie de terapia psicológica, eu vou e quando regresso a casa o meu mundo está muito mais descomplicado. Há um ano descobri que na cidade se havia formado um grupo de amantes da corrida que se juntavam todas as 4ª feiras à noite para correr "desde as Portas do Sol até à lua cheia", os Scalabis Night Runners.

Passei então a juntar-me a eles e o convívio fez com que passasse também a participar em provas de estrada e depois em trails (que me têm conquistado). Continuo a sair para correr sozinha e às 4ª feiras sempre que posso junto-me a eles para os 12km da semana. As provas têm servido para me divertir e aliar o desafio da superação. Não tenho fotos do meu antes, vestida não se encontram grandes diferenças, contudo e naturalmente, que neste ultimo ano ganhei mais massa muscular, firmeza e uma silhueta mais simpática. 

Também a alimentação sofreu alterações a pensar nestes dispêndios de energia extra e o que já procurava fazer de forma saudável passou a incluir outros cuidados, diversidade de sabores tornando-me mais atenta a qualquer refeição e fazendo-a de forma mais prazerosa. As fotos que vos envio são a prova da minha diversão e do bem-estar que tenho conquistado com as participações em vários eventos, dos quais regresso a casa sempre com um sorriso de me fazer sentir uma princesa nas suas sapatilhas de cristal.

2013
20Abr: Scalabis Night Race (10km) 54’20’’
02Jun: 12ª Corrida do Oriente (10km) 54’44’’
29Jun: 34ª Corrida das Fogueiras (15km) 1h19’ (aos 10km 53’33’’)
06Jul: Corredor Verde Lisbon Eco Marathon (19km) 2h06’
13Jul: SunsetTrail de São Pedro de Moel (21km) 3h02
17Nov: I Trail Ferreira do Zêzere (23km) 3h32’
15 Dez: Trail dos Casais da Sara (13km)
21 Dez: São Silvestre de Santarém (10km) 50’54’’

2014

 23 Fev: I Trail de Almoster (25km) 3h30'
 16 Mar: II Trilhos do Paleozóico (24km) 4h07’


1 comentário

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D