Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

Azores Trail Run - Entrevista com o Diretor da Prova

17000127_43TzL.jpeg

 

Como alguns de vós já sabem, a Bo vai participar no Azores Trail Run em Maio do próximo ano. Até lá, é possível que alguns elementos da crew se juntem a ela. Segue uma entrevista ao Diretor desta prova emblemática, Mário Leal, para vos abrir o apetite.

 

O Azores Trail Run é organizado pelo Clube Independente de Atletismo Ilha Azul (CIAIA). Quem é o CIAIA?

O CIAIA é um clube de atletismo da ilha do Faial, com 24 anos de existência e que veio preencher uma lacuna existente há data, que era a falta da prática de atletismo na ilha. Ao longo da sua história o CIAIA tem formado muitos atletas que se tem destacado no atletismo regional e nacional.

 

É a segunda edição deste evento. Como correu a primeira edição e o que esperam da segunda?

Este evento de Trail, na realidade, já vai na sua 4ª edição embora as duas primeiras edições tenham tido apenas um caráter local, com a realização do Trail dos 10 Vulcões, no âmbito das comemorações dos 40 anos da Reserva Natural da Caldeira e do dia Europeu dos Parques Naturais, com cerca de 35 participantes e não se chamava Azores Trail Run. A edição de 2014 foi a primeira a incluir uma prova na distância ultra e em que se apostou em atrair atletas do exterior, nomeadamente de Portugal continental e internacionais. A 1ª edição do Azores Trail Run (ATR) foi um sucesso, contou com 215 atletas inscritos de 14 nacionalidades, nomeadamente de Portugal, Espanha. França, Itália, Grécia, Holanda, Bélgica, Dinamarca, Noruega, Alemanha, Brasil, Estados Unidos da América, Africa do Sul e Nova Zelândia. Todos os participantes foram unanimes em considerar que a prova é fantástica, que os trilhos estão em muito boas condições, que o envolvimento da população local e dos voluntários foi excelente e que os dias antes e depois da prova foram muito bem passados desfrutando do que a ilha tem para oferecer aos visitantes.

 

Que recomendações pode dar aos atletas que irão participar no Trail dos 10 Vulcões e no Ultra Trail Faial Costa a Costa?

Não há recomendações em especial a dar, que não sejam as normais para uma prova de trail, a não ser que aproveitem as paisagens e os trilhos e se divirtam ao longo dos dias que vão estar no Faial.

 

O que podem os atletas esperar desta prova? Como é o percurso (altimetria, locais emblemáticos, etc.) e quais são os abastecimentos?

A 2ª edição do evento Azores Trail Run, será constituída por duas provas competitivas:

 

Faial Costa a Costa – Trail Ultra (48 km)

cac.jpg

O Faial Costa a Costa – Trail Ultra inicia-se no centro da freguesia da Ribeirinha, próximo de um antigo porto – o Porto da Boca da Ribeira. Nos seus 48 km de extensão, somos transportados para outros tempos, em que os Faialenses usavam as chamadas “canadas” para transportar bens, quer pelo seu próprio meio quer puxados por carros de bois, e que faziam a ligação entre as freguesias. Passando por um farol destruído por uma intensa crise sísmica em 1998 que não nos deixa esquecer a formação telúrica destas ilhas e das suas gentes, grande parte do trilho decorre no maior e mais espetacular “Graben” do arquipélago, uma grande porção de terreno que abateu entre duas falhas tectónicas. Passando pela escarpa de uma dessas falhas, a “Lomba Grande”, o trilho termina na Caldeira central da ilha, o maior e mais importante vulcão do Faial, onde se faz a ligação ao Trail dos 10 Vulcões.

 

Em pleno Parque Natural do Faial, considerado Destino Europeu de Excelência (EDEN) pela Comissão Europeia, e único no Pais, somos transportados para uma viagem no tempo histórico e geológico, percorrendo a ilha costa a costa na forma da sua criação, de Este para Oeste. Começa em terrenos com cerca de 800 mil anos, percorre uma zona central com 450 mil anos e os seus 48 km de extensão terminam num dos locais mais importantes do Globo, o adormecido vulcão dos Capelinhos.

 

A prova terá um desnível positivo de 2000 metros, sendo o ponto mais elevado atingido à cota de 1000 metros, e o ponto de cota mais baixa situado à cota zero.

 

A prova é categorizada pela Associação Nacional de Trail Running como Trail Ultra Médio Grau 2.

 

Trail dos 10 Vulcões (22 km)

10v.jpg

O Trail dos 10 Vulcões, como o próprio nome indica, tem início numa das maiores e mais espetaculares caldeiras vulcânicas que existem no planeta e percorre, ao longo dos cerca de 22 km, os 10 principais vulcões existentes no alinhamento fissural da península do Capelo. A biodiversidade e a geodiversidade são uma constante neste percurso, destacando-se as paisagens arrebatadoras desta península onde se pode descobrir uma grande parte da flora endémica dos Açores no seu estado natural. Este trilho, atravessa os mais recentes cones vulcânicos da ilha do Faial, terminando no território mais jovem de Portugal, o vulcão dos Capelinhos, autêntico cenário lunar onde é possível pisar terreno formado por cinzas, tufo e bombas vulcânicas com apenas 57 anos de idade, terminando no Porto do Comprido à cota zero, naquela que foi a principal e maior estação baleeira dos Açores entre 1940 e 1957.

 

A prova terá um desnível positivo de 550 metros, sendo o ponto mais elevado atingido à cota de 900 metros, e o ponto de cota mais baixa situado à cota zero.

 

Em relação ao equipamento o que considera essencial para esta prova?

O equipamento essencial é o que está no regulamento da prova nomeadamente, mochila tipo camelbak ou cinto com recipiente, copo ou caneca (nos abastecimentos não haverá copos de plástico ou garrafas fechadas), manta de sobrevivência, apito, telemóvel, corta-vento. “Devem” também levar uma máquina fotográfica para captarem alguns momentos da prova.

 

Que conselhos podem dar a quem esta agora a iniciar-se no mundo do trail?

Que aproveitem esta modalidade para se superarem e para se sentirem melhor no dia-a-dia, porque é uma atividade fantástica e que está a pôr as pessoas em contato com a natureza e com a atividade física de uma forma nunca vista. Não se devem esquecer que há alguns riscos que podem ser facilmente debelados desde que se cumpram regras básicas de segurança e de cuidado com a saúde.

 

Uma frase de incentivo aos atletas.

Venham correr entre mar e vulcões e aproveitem para desfrutar das paisagens e da hospitalidade dos locais e de tudo o que a ilha do Faial tem para oferecer, porque vale mesmo a pena.

 

Ficaram com vontade de ir também? Estejam atentos, em breve iremos anunciar um passatempo onde te podes habilitar a ganhar um convite duplo!

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D