Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Review: Skechers GOrun Ride 4

IMG_20160312_105844.jpg

Testado por: Bo Irik

Características pessoais: Passada Neutra, 68 kg

Condições de teste: No âmbito da Maratona de Barcelona, treinos de 10 a 35km, algumas vezes com tempo chuvoso, treinos em pista, Maratona de Barcelona e Meia Maratona de Lisboa (>300km em dois meses).

 

Quem me conhece, sabe que em estrada sou fã assumida da Skechers. Estes Skechers GOrun Ride 4 não me desiludiram. Estou muito grata à marca Norte Americana por nos ter cedido estas sapatilhas no âmbito da Maratona de Barcelona que fiz no dia 13 de Março.

 

Nesse sentido, todos os treinos de preparação para a maratona, desde treinos em pista a treinos longos de 35km, foram feitos com estes meus “bebés”. No grande evento da Maratona, comportaram-se tão bem ao longo dos 42,195 km que na semana seguinte, decidi levá-los à Meia Maratona de Lisboa. É preciso dizer mais? É esta a minha review: cinco estrelas!

 

No entanto, houve algumas pessoas que me disseram para ter cuidado porque os Skechers GOrun Ride 4 poderiam não ser sapatilhas indicadas para distâncias tão grandes uma vez que são relativamente minimalistas (187 gramas e um drop de 4mm). É por isso que relembro que, embora eu tenha ficado fã, estas sapatilhas podem não ser as mais indicadas para todos os corredores. São sim, para quem gosta de uma experiência mais minimalista.

IMG_20160327_203754.jpg

 

CONFORTO

Mega confortáveis. Penso que esta marca já é conhecida pelo seu conforto. Parecem umas pantufas. Muito fofos, tanto na planta do pé como na zona que acolhe o calcanhar e peito do pé. Outro ponto positivo dos Skechers, que também senti no modelo que já conhecia, o Go run Ride Ultra, é o amplo espaço para os dedos do pé. Os dedos do pé têm muita liberdade para conseguir uma passada mais perfeita.

 

Nos treinos longos e mesmo na maratona, nada de bolhas ou fricções. Terminei a prova com os pés impecáveis até ao ponto de usar estas mesmas sapatilhas 7 dias depois, na Meia Maratona de Lisboa. No que toca à temperatura, não senti os pés nem quentes, nem frios. Enquanto a malha na parte superior e frontal do pé parece ser muito respirável, aparte lateral parece ter um tecido mais impermeável, mas não fez aquecer o pé.

IMG_20160312_102414.jpg 

DESIGN E CONSTRUÇÃO

Em termos de looks, os Skechers GOrun Ride 4 estão disponíveis em várias cores, tanto para homem como para mulher. A sola muito branca e com relevo robusto caraterístico da Skechers também está presente nos GOrun Ride 4. Pessoalmente não aprecio muito esta imagem mas considero a combinação de cores das minhas sapatilhas muito bem conseguida.

 

No que toca à construção, tenho três pontos positivos a apontar:

 

  1. Têm a palmilha removível, o que é positivo para quem usa palmilhas especiais e para facilitar a sua lavagem. Para além disso, o sapato pode ser usado removendo a palmilha. Assim fiz num treino em pista para viver uma experiência ainda mais naturalista;
  2. A língua, para além de ter o tamanho certo, fica no sítio. Irrita-me quando esta cai para um dos lados ao correr, mas neste caso, mantém-se bem fixo;
  3. As sapatilhas são altamente refletoras permitindo correr com uma maior segurança à noite.

 

Também tenho dois pontos que considero que podem ser melhorados:

 

  1. Os Skechers GOrun Ride 4 não têm o buraquinho adicional para atar melhor os atacadores;
  2. Parece haver algum excesso de têxtil na malha que cobre a zona dos dedos dos pés. Não sei se será por ter o pé estreito e apertar muito os atacadores. Não incomoda, mas esteticamente não fica bem e não é necessário.
  3. Alguns acabamentos não estão perfeitos, por exemplo na parte dos cordões, algumas costuras estão mas acabadas.

 

Em termos de tamanho, escolhi o 39, o mesmo número que o meu calçado de dia-a-dia, correspondendo a 26cm neste caso. Como nos Ultra, também nos GOrun Ride 4, este número serve-me que nem uma luva.

 

ESTABILIDADE E ADERÊNCIA

Em termos de estabilidade e como sou uma corredora que não necessita de muito apoio neste aspeto, não tenho nada a apontar. No entanto, pelas reviews internacionais, deduzo que os GOrun Ride 4 não fornecem muita estabilidade. É um calçado indicado para “midfoot strikers” de passada neutra.

 

No que toca à aderência, tive a oportunidade de correr em diferentes pisos e várias condições climatéricas e como já esperava, estas sapatilhas são amigas de uma grande variedade de pisos e condições. Para correr na calçada portuguesa à chuva, os GOrun Ride 4 dão me mais confiança!

 

AMORTECIMENTO

O amortecimento, para mim, é muito bom. O suficiente para longas distâncias, mas não demasiado, tornando o sapato pesado. No calcanhar o amortecimento é maior do que na parte de frente do pé.

 

PREÇO

Com um PVP que começa abaixo dos €80 (online na Sport Zone), esta sapatilha é uma excelente opção. Penso que é dos sapatos no mercado com melhor relação preço / qualidade. Já viram o que é uma sapatilha para a maratona custar menos de €90!?

 

IMG_20160313_125536.jpgCONCLUSÃO

Apostei bem. Acredito que, para mim, dificilmente encontraria calçado mais indicado para a distância da Maratona. Realmente adoro estas sapatilhas. São super leves (187 gramas) e têm um drop muito reduzido de 4mm. No entanto, fornecem alguma estabilidade e são muito “fofos”. Sinto que esta sapatilha me faz correr “bem”, pois ajuda à uma passada midfoot.

 

Conforto 19/20

Design/Construção 17/20

Estabilidade/Aderência 18/20

Amortecimento 18/20

Preço 18/20

Total 90/100

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D