Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Correr na Cidade

Dorsais da SS de Lisboa levantados!

E já fui levantar os dorsais para os cinco elementos da equipa Correr Na Cidade que amanhã vão fazer os 10K na baixa lisboeta. Se calhar não seremos cinco porque ainda estou em dúvida. Apenas depois da consulta desta tarde saberei se tenho um OK para correr lesionado ou não. Logo veremos. Mas não será fácil não correr, até porque tenho de marcar presença como forma de agradecimento dos convites que nos deram. O El Corte Inglés, a Garmin e a Vitalis que nos ofereceram entradas. O nosso obrigado.Nota positiva para a entrega de dorsais da HMS, tudo muito organizado. Ofereciam o bilhete do parque de estacionamento (para quem levou carro, o que não foi o meu caso), e inclusive foram super prestáveis para inscrever os elementos todos sob o nome "Correr Na Cidade". Excelente organização na sempre confusa tarefa de entregar dorsais.Não esquecer os preços especiais que o El Corte Inglés está a fazer por estes dias em material de running - 20% nos artigos selecionados.p.s.- a única coisa que continuo a não perceber é o porquê de nos oferecerem revistas Sport Life de outubro. Já não digo para oferecerem a de janeiro de 2014, mas ao menos a mais recente, a que está em banca?

20131227-125504.jpg

20131227-125516.jpg

20131227-125526.jpg20131227-125533.jpg

Crónicas de uma lesão: Ida ao céu e rápido regresso

20131227-005901.jpg

Não, ainda não estou curado. E não, ainda não sei quando estarei. Mas acho que está para breve, sou otimista e estou a ser bem aconselhado!Acontece que a vontade de correr, no próximo sábado, a São Silvestre de Lisboa (prova que me deu um grande gozo de fazer em 2012), é muita e talvez por isso precipitei as coisas, ou então esta lesão está a dar muita luta. Passo a explicar.2ª feira, dia 23, voltei ao espaço de Saúde de Corpo e Alma, em Oeiras, para mais uma sessão com a Naturopata Dr.ª Sara Dias para fazer a avaliação da 1ª sessão de tratamento (sessão essa que podem ler aqui). O pé estava a doer em novos sítios depois do meu treino de bicicleta do passado domingo de manhã (onde corri cerca de 1km, para além dos 9 de bicicleta). Uma dor completamente diferente das que tive anteriormente. A dor mais crónica, chata, que me chegava a colocar o pé com formigueiro desaparecera após a primeira sessão de tratamento. Agora a dor está em sítios localizados.A Dr.ª Sara observou a minha ressonância magnética, percebeu que a imagem mostrava alguma confusão nos tecidos da planta do pé aos quais o médico da CUF não deu importância.E lá se fez mais uma sessão. No final de quase 1 hora de massagem, de alívio, e de algumas dores, o meu pé já era outro. Apesar de ter ainda três pequenos pontos profundos a tratar, o pé parecia outro, mais relaxado, por momentos(horas) esqueci-me que estava lesionado.Na manhã do dia 25, sim, dia de Natal, nervoso, e ainda com muitas calorias e álcool no estômago lá me fiz à estrada. Apesar da chuva e do muito vento a vontade de correr foi enorme . Uma pequena dor do lado esquerdo do pé começou a preocupar-me por volta do 1 km, mas esta desapareceu aos 4 kms. Senti sim foi uma falta de forma “de brandar aos céus”. Os 6,2km que fiz pareciam os 20km de há uns meses atrás. Percebi que não tenho que recuperar apenas o pé direito mas também a forma física em geral. Vai ser um quase começar de novo e com a época de Natal e os doces, chocolates e afins, a balança já deve ter ganho mais uns 3 a 4 quilos desde as últimas seis semanas.No banho após o treino senti um tremendo alívio do pé estar a ficar frio e não doer, nada. Estava no céu. "Estou curado", pensei na altura. Só que mais no final do dia, quando sai à rua novamente comecei a ter uma dor permanente na parte do calcanhar. Doía muito? Não! Incomodava? Sim!Cheguei a casa e fiz uma massagem que a Dr.ª Sara me ensinou, e passados 30 minutos deixei de ter dores e aqueles pontos profundos no pé já não doíam tanto. Acordei a meio da noite para socorrer um sobressalto com o mais novo cá de casa e ao colocar o pé no chão senti, não dor, mas um incómodo. Sinal que o pé ainda está diferente do outro, que ainda não está bom. Curiosamente, estava pior nessa altura do que umas horas após a corrida.Já de manhã acordei com dores no pé. Uma dor crónica, como se fosse uma dor de cabeça constante, mas não tão intensa como anteriormente. Tentei perceber onde me doía e foi difícil distinguir corretamente. Mandei mensagem à Dr.ª Sara para saber se podia ter nova sessão de massagem (algo que já me tinha indicado caso eu achasse melhor antes da São Silvestre), e esta sexta à tarde lá estarei novamente em Oeiras para mais uma sessão.Entretanto percebi que a dor acontece quando faço a passada e a parte dianteira do pé “puxa” pela fáscia plantar (acho, não tenho a certeza) e também me doeu o calcanhar quando tive de pegar nos quilos do meu filho mais velho adormecido no sofá. Estranho.Agora aqui estou a escrever este post estou sem dores. Mas ainda há pouco levantei-me para fazer um café e a impressão (semi dor) lá estava. Talvez a forma como corro com a ponta dos pés não seja a melhor para recuperar desta lesão, talvez necessite mesmo de uns ténis para pronador - estou a usar uns para pronadores suaves. E talvez tenha de ter mais paciência e ter mais sessões de tratamento esperar mais umas semanas para voltar a correr. Seguem-se os novos capítulos desta novela, que espero que acabe depressa e com final feliz... 

Quem são os leitores do Correr Na Cidade?

unknown_personQuisemos conhecer melhor os nossos leitores. E quisemos saber porque razão visitam o blogue, como o conheceram e quantas vezes nos visitam. Quisemos saber o que preferem ler os 800 a 1000 visitantes diários que por aqui passam.Através de um inquérito online, obtivemos dados muito interessantes que nos vão ajudar a melhorar cada vez mais este blog em prol dos leitores.

Aqui ficam alguns números:#52% dos nossos leitores conheceram-nos através de outros blogues (de corrida ou de outro assunto) # 46% visitam o blogue uma vez por dia. # 33% visitam-nos de noite e 31% durante a manhã. # Os três temas preferidos pelos nossos leitores são: Dicas de Corrida (18%); Reviews de Corridas (18%) e Reviews de Produtos (17%) # 76% dos nossos leitores tem idades compreendidas entre os 25 e os 39 anos. A segunda faixa etária que nos lê mais tem entre os 40 e os 49 anos (20%) #44% dos nossos leitores correr 3 vezes por semanas, e 35% corre 4 vezes por semana.A quem respondeu, e foram muitos, o nosso obrigado.

Escolher os Melhores da Corrida de 2013

IMAGEM1O Correr na Cidade decidiu colocar à escolha dos seus leitores os melhores de 2013 no mundo da corrida portuguesa. Uma espécie de "Troféus" Correr Na Cidade. Escolhemos oito categorias e escolhemos vários nomeados. De fora ficaram outras categorias e outros tantos nomeados. Mas achamos interessante perceber o que o nosso universo de 800/1000 visitantes diários reconhece como melhores.Não existirão quaisquer prémios ou troféus, apenas o reconhecimento público dos vencedores.A votação estará aberta até às 23:59 do dia 30 de dezembro de 2013. E os resultados serão revelados no dia 2 de janeiro de 2014. Participem. Boa votação.

Feliz Natal!

O Natal e a sua véspera são dias especiais, dias dedicados à família e a estar com quem mais gostamos. Este vosso blogue regressa no dia 26 com (boas) novidades sobre a minha lesão, uma review sobre a mochila de trail da Berg Outdoor e a preparação para a São Silvestre de Lisboa.Até lá, e em nome dos elementos da running crew e da equipa que regularmente escreve neste blogue desejo-vos um Feliz Natal!1475819_560703570677645_2013560040_n

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D