Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Correr na Cidade

1º impressão: Adidas Supernova Riot 5

 

Por Filipe Gil:

Estes ténis têm uma história que merece ser contada. No início de dezembro como representante deste blog fui simpaticamente convidado pela Adidas para um almoço de Natal.

 

Fui um dos bloggers de corrida presente e que durante a hora de almoço teve a oportunidade de conviver com atletas de alta competição da marca. Em conversa, sobre corridas, claro, indiquei que me tinha lesionado a correr nos trilhos com uns ténis minimalistas – culpa obviamente minha que influenciado pelos filmes do Anton Kupricka e do Rickey Gates, achei que os meus 68 quilos da altura seriam suficientemente leves para percorrer os 15K de subidas de Casaínhos...e que apesar da má experiência ter ficado completamente fã de correr em trilhos, só que nunca poderia ser com ténis sem suporte, etc.


Simpaticamente a Adidas prontificou-se a ofereceu-me estes Supernova Riot 5. Demoraram um certo tempo a chegar, aliás já estava a pensar comprar outro modelos quando a Adidas - que pacientemente me foi dando conta da evolução da chegada dos ditos e pedindo desculpas pela demora - me ligou a indicar que tinha chegado.

 

No entanto, quando chegaram olhei para eles com desdém. Tive medo de os calçar já que as memórias da lesão nos trilhos estavam ainda bem presentes. Acho que estiveram um mês na caixa, antes de os levar para correr. Mas desde a primeira vez (no evento Calling All Crews – que pouco teve de trilhos) até agora usei-os três vezes.

E tenho-os usado cada vez mais com mais quilómetros e em trilhos mais técnicos. E estou rendido! Apesar de serem muito monótonos, em termos de design, são os ténis perfeitos para a minha iniciação aos trilhos, e para corredores com a minha tipologia.


No último treino que fiz com eles, e onde percorri 10K com o Nuno Malcata a preparar o treino de amanhã (dia 4 de junho) percebi as qualidades inerentes a este modelo: um grip fantástico com uma aderência fabulosa, um excelente conforto mas que permite sentir as pedras que pisamos sem nos magoarmos, e leves q.b. A única queixa é o peso com que ficam quando estão cheios de lama, mas acho que isso acontece com qualquer um.

 

No passado sábado, enquanto estava a dar assistência ao Just Girls falei com o Ricardo da loja Pro Runner sobre ténis de trail para a minha passada, o meu peso e o tipo de provas que quero fazer. E apesar de ter apontando para outra marcas, adivinhem qual me aconselhou? Exatamente: os Adidas Supernova Riot 5. Os ténis com os quais vou fazer os 33K do Louzan Trail no próximo dia 21 de junho. E sem medos de lesões! (Ok, talvez só um pedaço). 

 

3 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D