Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Correr na Cidade

1ª impressão: Puma Faas 500 TR

Por Filipe Gil:

 

Estreei os Puma Faas 500 TR no último treino organizado pelo Correr na Cidade em Monsanto. Um treino que o nosso amigo Fernando Xavier nos levou para subidas e descidas (há quem diga que foram só descidas) na serra de Lisboa.

 

Pensava eu que seria um treino fácil e daí o ideal para experimentar novos ténis. Mas de fácil não teve nada. Foi durinho. Sobretudo por duas razões: pela escolha do percurso (grande Fernando!!!) e porque andei a tirar fotografias ao mesmo tempo que corria. Aliás, nesse mesmo dia o Tiago Portugal conseguiu fazer um vídeo, que publicámos aqui ,ao mesmo tempo que corria.

 

Ou seja, a crew não só leva para os seus treinos o lema “ninguém fica para trás” como também o“ninguém fica parado”. Por isso, tive que suar o dobro do esperado correndo ora na parte da frente do grupo ora na parte de trás. E nessa aventura levei comigo os Puma Faas 500 TR.

 

 

E, sem sombra de dúvidas fiquei surpreendido, não estava à espera de tamanha qualidade na sola. Sobretudo na sola. Agarrou muito bem nas subidas – e se virem o vídeo percebem que tivemos subidas...interessantes – e foram igualmente excelentes nas descidas.

 

Apenas fiquei com uma dúvida: a malha superior aguenta bem trails mais duros? Pareceu-me que falta ali um reforço ou outro em zonas que raspam em pedras ou galhos caídos no chão.

 

Um treino destes com uns ténis novos daria azo, certamente a bolhas, mas os Puma Faas 500 TR portaram-se muito bem. Bom amortecimento, tornando o pisar dos trilhos mais confortável, boa estrutura de apoio (embora sejam para corredores neutros). Uma fait diver: criaram alguma curiosidade nos corredores mais habituados a isto do "trail running", pois na sua maioria desconheciam a oferta da marca Puma neste campo.

 

A nível pessoal só tive um problema. O número da sapatilha que a Puma gentilmente nos cedeu é grandes demais para mim e senti, em partes mais técnicas que não estava a controlar as descidas, por exemplo, como gostaria. Assim, passei este bonito modelo ao Nuno Malcata e é ele que os anda a testar e que em breve irá escrever a avaliação final sobre estas sapatilhas de trail.

 

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Actividade no Strava

Somos Parceiros



Os nossos treinos têm o apoio:



Logo_Vimeiro

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D